24°
Máx
17°
Min

Parceria entre Prefeitura e moradores revitaliza igreja histórica

Igreja foi totalmente recuperada e mantém aspectos históricos do início dos anos 60 (Foto: Leandro Czerniaski/Imprensa PMFB) - Parceria entre Prefeitura e moradores revitaliza igreja histórica
Igreja foi totalmente recuperada e mantém aspectos históricos do início dos anos 60 (Foto: Leandro Czerniaski/Imprensa PMFB)

Foram onze meses em obras e um trabalho minucioso para preservar cada aspecto da histórica igreja São Francisco de Assis, no interior de Francisco Beltrão. Toda a estrutura foi revitalizada nos últimos meses através de uma parceria entre a Prefeitura e a comunidade de Seção Jacaré, que agora tem um dos cartões postais do município totalmente recuperado.

A última reforma da capela ocorreu há mais de 20 anos e desde então o local vinha apresentando problemas pela ação do tempo, como goteiras e infiltrações, que comprometiam a estrutura da igreja, toda em madeira.

Igreja foi totalmente recuperada e mantém aspectos históricos do início dos anos 60 (Foto: Leandro Czerniaski/Imprensa PMFB)Igreja foi totalmente recuperada e mantém aspectos históricos do início dos anos 60 (Foto: Leandro Czerniaski/Imprensa PMFB)

O processo de revitalização recuperou a estrutura com melhoria da cobertura, troca de vigas e madeiras, substituição de vidros e nova pintura e foi acompanhado pelo Departamento de Cultura, já que a igreja é considerada bem cultural de Beltrão desde 1995. “A igreja está totalmente recuperada do ponto de vista estrutural, mas mantendo todos os aspectos históricos necessários para que seja tombada como patrimônio cultural do Município”, explica a diretora de Cultura, Marilene Steimbach.

Foram investidos cerca de R$ 160 mil na revitalização da igreja entre recursos próprios da Prefeitura e contribuições e doações de moradores, através da diretoria da capela.

Turismo

A capela São Francisco atualmente integra o roteiro de turismo rural Caminhos do Marrecas. A icônica igreja atrai visitantes de outros municípios, alunos e grupos religiosos, segundo Vanderlei Nesi, da diretoria da comunidade. “Muita gente vem conhecer a igreja, que deve ser a mais antiga do Sudoeste e uma das mais preservadas”, diz.

A igreja foi construída em 1962 pelos moradores de Seção Jacaré, um distrito conhecido pela forte presença de descendentes italianos, e ainda é utilizada para celebrações.

Colaboração Assessoria de Imprensa.