27°
Máx
13°
Min

Produção do artista Walter Silveira em cartaz na Caixa Cultural Curitiba

(Foto: Divulgação) - Produção do artista Walter Silveira em cartaz na Caixa Cultural
(Foto: Divulgação)

A CAIXA Cultural Curitiba apresenta, de 13 de setembro a 20 de novembro, a mostra Blackberry – palavra e imagem, de Walter Silveira. A exposição inclui 30 trabalhos entre serigrafias, pinturas, objetos, instalações e vídeos produzidos em quase quatro décadas de carreira do artista paulistano. Na abertura, dia 13 de setembro, às 19h, o artista fará uma performance ao lado do músico Cid Campos. Na sequência, o público terá a oportunidade de fazer uma visita guiada sob a orientação do curador da mostra, Daniel Rangel.

Esta é a primeira vez que Walter Silveira reúne seu trabalho feito em diferentes períodos e formatos numa exposição individual. O paulistano Walter Silveira pertence à geração de jovens criadores que, no final dos anos 1970, deram continuidade às experimentações poéticas com o uso da linguagem escrita, então sob a égide criativa de nomes como os irmãos Campos (Augusto e Haroldo) e Décio Pignatari.

A exposição percorre a produção de Walter Silveira no campo das ideias e no da arte. São apresentadas suas experimentações formais, em séries de poemas visuais, esculturas, cadernos de artista e também em uma seleção de 12 vídeos, incluindo “Voo Polako”, gravado em Curitiba em 1990, a partir de cartas e poemas de Paulo Leminski, com participação de Haroldo de Campos.

A programação também inclui leituras sobre a obra de Wesley Duke Lee, colaborações com os artistas Tadeu Jungle, Tunga e o fotógrafo Fernando Laszlo, além do histórico “VT Preparado (AC/JC)”, em parceria com Pedro Vieira. O material é fruto da recuperação de diversos vídeos que estavam apenas em VHS, U-matic, Super-8 e outros suportes antigos.

O artista

Walter Silveira nasceu em São Paulo em 1955. É videoartista, artista gráfico, poeta visual e profissional de televisão. Graduado em rádio e televisão, dirigiu as programações da TV Gazeta e da TV Cultura, em São Paulo. Nos anos 1980, fundou a TVDO, uma produtora de vídeo independente que se tornou marco na história da produção nacional. Ele também fundou a primeira escola de vídeo do Brasil, a The Academia Brasileira de Vídeo. Trabalhou ao lado de figuras como Haroldo e Augusto de Campos, Arnaldo Antunes e Tadeu Jungle. É autor do livro "Mein Kalli Graphics", de poemas manuscritos. Sua última exposição foi a "LUZESCRITA," em parceria com Arnaldo Antunes e Fernando Lazlo, em 2010, no Solar do Ferrão, em Salvador, e em 2011, no Palácio das Artes, em Curitiba.

A exposição de Walter Silveira leva o nome Blackberry devido ao apelido que ele mesmo criou e com o qual assinava seus trabalhos artísticos: Walt B. Blackberry.

Serviço

Artes Visuais: Blackberry – palavra e imagem

Local: CAIXA Cultural Curitiba – Galeria Mezanino – Rua Conselheiro Laurindo, 280, Centro – Curitiba (PR)

Data: 13 de setembro (abertura) a 20 de novembro de 2016

Horário: terça a sábado, das 10h às 20h, e domingo, das 10h às 19h

Ingressos: entrada franca

Classificação etária: Livre para todos os públicos