22°
Máx
16°
Min

Projeto “Um Dedo de Prosa nas Escolas” chega a Londrina

(foto: Divulgação) - Projeto “Um Dedo de Prosa nas Escolas” chega a Londrina
(foto: Divulgação)

O projeto “Um Dedo de Prosa nas Escolas - Circuito de escritores”, realiza o primeiro encontro do ano em Londrina na sexta-feira (24), às 10h15, no Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) Castaldi, na Av. Arthur Thomas, 1181. Há quatro anos o projeto promove o encontro de escritores com estudantes, educadores e público em geral para uma conversa sobre literatura. Em Londrina já foram realizados mais de 25 encontros.

Estarão presentes os escritores Edra moraes, Herman Schmitz, Marco Antonio Fabiani, Maurício Arruda Mendonça e Christine Vianne, que também é idealizadora e coordenadora geral do projeto. Para Christine, o diálogo do escritor com o público aproxima os criadores dos leitores, além de contribuir para a formação de um público leitor mais crítico e consciente. “É importante para a sociedade brasileira, no processo de emancipação, projetos que incentivem a formação, tanto de leitores quanto de novos escritores”, disse.

Além de Londrina, outras cidades paranaenses também foram contempladas com a iniciativa, como Sapopema, Criciúma, Palmital, Rolândia, São Jerônimo da Serra, Ribeirão Claro e Joinville. “A ideia foi estender este bem sucedido projeto para outros municípios, contribuindo ainda mais para a cadeia produtiva do livro”, disse.

Segundo Cristine, além do encontro com os escritores, foram ofertadas oficinas de escrita criativa como os escritores Maurício Arruda Mendonça ou Herman Schmitz e distribuição do livro “Um dedo de prosa”, que reúne textos de todos os autores que já fizeram parte da iniciativa. “Os escritores abordaram temas pertinentes à literatura, seu processo criativo e seu trabalho”, disse.

“Um Dedo de Prosa nas Escolas - Circuito de escritores” foi aprovado pela Bolsa de Fomento à Literatura do Ministério da Cultura e é uma extensão do Festival Literário de Londrina (Londrix), que será realizado em novembro em Londrina e conta com patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic).