21°
Máx
17°
Min

Última apresentação de "As Fabulosas Desventuras de Umberto Godofredo" no Lala Schneider será nesta sexta

(Foto: Divulgação) - Última apresentação de "As Fabulosas Desventuras de Umberto Godofredo"
(Foto: Divulgação)

Depois de nove semanas em cartaz, a peça “As Fabulosas Desventuras de Umberto Godofredo” terá sua última apresentação no Teatro Lala Schneider nesta sexta, 22 de julho.

Com autoria de Fábio Silvestre, a comédia nonsense, que tem como herói o fracassado Umberto Godofredo, o Cavaleiro das Derrotas, se passa em um pequeno vilarejo no interior da Escócia, no ano do Senhor de 999, quando Para celso - o doido, prevê a chegada de um meteoro que destruirá a cidadela de Burgerking.

A história tem um enredo complexo e bem estruturado, sem deixar de lado todas as referências cômicas possíveis. Nela, Umberto, vivido por Fábio, e seu pequeno exército, formado pelo escudeiro Didi - o manco (Claudinho Castro), e pelo Mago Melchior - o esquizofrênico (Paulo Matos), partem em busca da salvação da cidade, em uma saga que os levará à lendária e mística Ilha de Hi-Brazil. Nas lendas da época, esse lugar realmente existiu e muito antes do nosso país. Esta ilha só podia ser vista, uma vez a cada sete anos, mas pode ser encontrada em mapas antigos.

No caminho, eles enfrentam florestas assombradas, cavernas sem fim, mares bravios, ursos falantes, flamingos cantores, bruxas consultoras de cosméticos, e toda sorte de terríveis perigos, para cumprir sua jornada.

O público é envolvido de várias maneiras na peça, com recursos cenográficos estratégicos, de forma a divertir e chamar a atenção da plateia.

O Retorno

Fábio Silvestre, criador do sucesso paranaense O Bêbado visto por mais de 100 mil pessoas, volta a dividir a cena no palco. Depois de 13 anos realizando solos pelo país como humorista. Mais conhecido como comediante, por seus três anos no humorístico “A Praça É Nossa”, como o motorista Bigode, Silvestre decidiu matara saudade do teatro, realizando um antigo sonho de encenar uma comédia medieval, no melhor estilo Monty Python. “Assisti ‘Em Busca do Cálice Sagrado’, ainda criança na TV, e minha comédia tem muito da influência dos Python. As Fabulosas Desventuras de Umberto Godofredo, não tem nada a ver com a história do Cálice Sagrado, mas tem uma homenagem, aos Cavaleiros Que Dizem Ni, explica Silvestre.

Serviço

AS FABULOSAS DESVENTURAS DE UMBERTO GODOFREDO, de Fábio Silvestre

Teatro Lala Schneider - Rua 13 de Maio, 629 - São Francisco

Última Apresentação: sexta-feira, 22 de julgo, 21 horas. 

Ingressos na bilheteria no teatro e no site www.ingresso.com

Classificação Indicativa: 12 anos