24°
Máx
17°
Min

Celulari vive pizzaiolo cego no longa 'Teu Mundo Não Cabe nos Meus Olhos'

(Foto: Divulgação)  - Celulari vive pizzaiolo cego no longa 'Teu Mundo Não Cabe nos Meus Olhos'
(Foto: Divulgação)

Paulo Nascimento concluiu neste domingo, 10, as 14 diárias de seu novo filme em Porto Alegre. Faltam três em São Paulo, que ele filma esta semana. Em maio, entrega o primeiro corte de Teu Mundo não Cabe nos Meus Olhos às parceiras Globo Filmes e distribuidora Paris. Menos de 20 dias para a realização de um longa de presumíveis 100 minutos revelam uma segurança e tanto. Qual é o segredo? "Preparação", ele conta. Desde o final do ano passado, Nascimento ensaia com seus atores. Os protagonistas são Edson Celulari e a estrela argentina Soledad Villamil, de filmes como O Segredo de Seus Olhos, de Juan José Campanella, que venceu o Oscar de Hollywood.

A presença de Soledad soma-se à de integrantes da equipe, como a continuísta Daniela Bermudez, de La Plata, que tem trabalhado tanto no Brasil que até se mudou para Porto Alegre. Já há algum tempo Nascimento, por meio de sua Accorde Filmes, vem desenvolvendo uma rica colaboração com a Argentina. "Dani(ela) é a própria encarnação do Mercosul", ele brinca. Quando apresentou o projeto de Teu Mundo à Globo, a empresa aceitou logo e Cacá Diegues associou-se ao projeto.

"Enviei umas cenas pré-montadas e suas observações são sempre precisas. Cacá me incentivou a deixar de lado a parte médica e concentrar na família." Na Paris, Márcio Fraccaroli encantou-se - "Me disse que é o tipo de filme que não temos no cinema brasileiro, nem na empresa (dele)."

Teu Mundo não Cabe nos Meus Olhos é um roteiro original do próprio Nascimento. "Original, em termos", ele esclarece. "Minha sócia na Accorde (Marilaine Castro da Costa) está fazendo um mestrado sobre acessibilidade em Portugal. Começou a me contar histórias incríveis desse universo dos cegos. Você sabia que muitos que recuperam a visão não se adaptam e querem fazer cirurgia de reversão?" Foi assim que começou a surgir a história de uma família - não muito diferente das outras, exceto pelo fato de o pai, Vitório/Edson Celulari, ser deficiente visual.

Além de cego, é pizzaiolo - no Bixiga. A pizzaria foi criada em estúdio, em Porto Alegre, e Nascimento filma esta semana as externas em São Paulo. As cenas de sábado, 9, estão sendo filmadas em digital no Hospital Banco de Olhos, na capital gaúcha.

A rotina permanece. Passa um paciente com tapa-olho, e não é figurante. Na cena filmada, Vitório fez a cirurgia. Está com a mulher (Clarice/Soledad) no quarto. Chegam a filha e o ajudante na pizzaria. A cena é filmada em plano aberto. Nascimento e o fotógrafo Roberto Laguna a repetem em planos cada vez mais fechados e que individualizam o quarteto. São os chamados planos de cobertura. Estabelece-se um jogo cruzado de olhares - e tensões.

Celulari tem feito seus filmes recentes com Nascimento. Foi protagonista de Diário de Um Novo Mundo, faz uma ponta no inédito A Superfície da Sombra. Preparou-se para seu cego com Sérgio Penna. "Vi muito filme de cego e a maioria dos atores, como o Al Pacino em Perfume de Mulher, fixa um ponto no infinito, para dar a impressão de vazio", diz o diretor. "O Edson criou um olho bobo, e o efeito é muito interessante, perturbador." O ator usa uma venda que tapa metade do rosto. "Ver com um só olho é difícil. Altera a noção de profundidade. Estou meio bambo", confessa. Celulari tem feito muita novela - estará na próxima de Gloria Perez, às 9. Anda decepcionado com o teatro - "As leis de patrocínio mudaram muito as coisas. As peças já estreiam pagas, não têm mais aquele compromisso da bilheteria." Revela seu plano nada secreto. Quer dirigir - para cinema. "Quero contar histórias, estou aprendendo tudo o que posso no set. Câmera, lente. Daqui a uns dois anos quero fazer meu filme."

Nascimento queria Soledad. Enviou o roteiro e um dia foi chamado a Buenos Aires para conversar com ela. O agente foi vago, Soledad se entregou. "Quero fazer." O que a atraiu? "O roteiro, para mim é sempre o roteiro que determina as escolhas." Soledad termina as filmagens e regressa a Buenos Aires para gravar um novo CD.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.