27°
Máx
13°
Min

Documentário "Palmeiras - Campeão do Século" estreia em Maringá

Filme narra trajetória do primeiro título à conquista da Copa do Brasil em 2015 (Foto: Divulgação) - Documentário "Palmeiras - Campeão do Século" estreia em Maringá
Filme narra trajetória do primeiro título à conquista da Copa do Brasil em 2015 (Foto: Divulgação)

Estreia nesta quinta-feira (6), em Maringá, o filme “Palmeiras – Campeão do Século” (2016), que conta a história do time paulista fundado pela comunidade italiana em 1914. As sessões são diárias, às 19h, no Maringá Park Shopping.

O atual líder do Campeonato Brasileiro completou 102 anos em agosto e teve sua trajetória filmada para o cinema, na obra dirigida por Mauro Beting e Kim Teixeira. O público poderá ver o caminho desde o primeiro título, contra o Paulistano, até a conquista da Copa do Brasil em 2015.

História

Criado pela comunidade italiana de São Paulo, o Palmeiras nasceu como Palestra Itália, mas precisou mudar de nome. Em dezembro de 2000, foi reconhecido pela revista Placar e pelos jornais Folha de S. Paulo e Estado de São Paulo como “campeão do século”, como time mais vitorioso do século XX. O filme, produzido pelo Canal Azul, traz depoimentos emocionantes sobre o crescimento do clube e também relembra as dificuldades enfrentadas.

Segundo Mauro Beting, um dos diretores, “são mais de 100 anos contados em 100 minutos. O Palestra Italia foi um clube que não pôde ser mais Itália nem Palestra pela intolerância do governo Vargas. O clube foi forçado a mudar de nome em função da Segunda Guerra Mundial, mas os ideais se mantiveram. O Palestra morreu líder e o Palmeiras nasceu campeão paulista em 1942”.

O episódio conhecido como a “Arrancada Heroica” inspira a sequência inicial do documentário. Os times dos anos 60 e 70 são estrelas desse grande elenco. Os jogadores davam aula de bola e por isso ganharam da imprensa o apelido de “Academia”. Ademir da Guia, Dudu, Luís Pereira, Leivinha e César Maluco relembram as proezas e partidas do elenco que foi base da Seleção Brasileira, nos anos 1970, e foi toda a seleção em um amistoso contra o Uruguai, em 1965.

As glórias e lutas estão no longa que conta também as quedas de divisão. As saídas de ídolos e a ascensão de mitos como Edmundo, Evair, Zinho e César Sampaio. Eles acabaram com o jejum de 16 anos sem títulos e três deles conquistaram a Libertadores da América em 1999. Abençoados por ‘São Marcos’, goleiro ‘canonizado’ pela torcida por suas defesas, conquistas, caráter e paixão, mesmo nos períodos mais difíceis e sem títulos.

O documentário percorre a história alviverde desde a fundação, em 26 de agosto de 1914, até a conquista do tricampeonato da Copa do Brasil, em dezembro de 2015, inclusive a compra do Parque Antarctica, em 1920, até a reconstrução do Allianz Parque, em 2014.

Colaboração Assessoria de Imprensa