28°
Máx
17°
Min

Dois lados pouco conhecidos de Person serão mostrados na Ocupação

(Foto: Divulgação)  - Dois lados pouco conhecidos de Person serão mostrados na Ocupação
(Foto: Divulgação)

Dois lados pouco conhecidos de Person serão mostrados na Ocupação que leva o seu nome no Itaú Cultural: o de poeta e o de publicitário. Person não chegou a publicar livros de ficção, mas sua mulher Regina resolveu reunir alguns poemas e contos de sua autoria.

Ele também foi o autor de uma histórica peça publicitária criada para a margarina Doriana, um dos primeiros comerciais a trazer depoimentos de consumidores reais. Sua vocação experimental na publicidade, atividade pela qual não morria de amores, lhe rendeu alguns prêmios.

Mas essa vocação se manifestou principalmente no cinema - em São Paulo S/A, os movimentos de câmera nunca são gratuitos, captando os sentimentos do ator por elipse. Ou em O Caso do Irmãos Naves, em que dribla a censura ao ambientar no Brasil dos generais uma história passada no governo Vargas.

No teatro, antes mesmo que existisse a palavra drag queen, ele fez Paulo Goulart aparecer "montado" em Orquestra de Senhoritas, isso nos anos 1970. No cinema, tentou um cruzamento híbrido entre a screwball comedy e a chanchada em Cassy Jones. Seu filme preferido, no entanto, é mesmo O Caso dos Irmãos Naves, que considerava o de mais apurado nível técnico e dramático. Todos concordam.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.