27°
Máx
13°
Min

Mostra celebra Jean-Claude Bernardet com pôsteres de filmes no MIS

Cartazes dos filmes que tiveram a participação do cineasta, ator e crítico de cinema Jean-Claude Bernardet ganham exposição inédita no Museu da Imagem e do Som (MIS), a partir desta quinta-feira, 4, em São Paulo. A mostra é uma celebração aos 80 anos do artista, que está lançando o seu novo filme, Fome, em que ele atua como um velho homem que vaga pelas ruas da capital paulista.

A exposição conta com 12 pôsteres de filmes em que Jean-Claude participou ao longo dos mais de 50 anos de carreira dedicada ao cinema. São peças originais que incluem os longas Fome, Amador, Hamlet, Periscópio, Filmefobia, A Navalha do Avô, Hoje, Através da Janela, Um Céu de Estrelas, O Caso dos Irmãos Nave, Agreste e Música Perfeita para o Suicídio. A mostra gratuita acontece nas escadarias do MIS e segue em cartaz até 4 de setembro.

Nascido na Bélgica, mas de família francesa, Jean-Claude passou a infância em Paris e veio para o Brasil com sua família aos 13 anos, naturalizando-se brasileiro em 1964. Começou a escrever críticas no Estadão e foi um dos criadores do curso de cinema da UnB, em Brasília. Participou de vários filmes como roteirista e assistente de direção, e ator em pequenos papéis. Nos anos 1990, dirigiu dois ensaios poéticos de média-metragem: São Paulo, Sinfonia e Cacofonia (1994) e Sobre Anos 60 (1999).