24°
Máx
17°
Min

Com vídeos feitos pela comunidade documentário mostrará cidade para o mundo

Foto: Divulgação - Com vídeos feitos pela comunidade documentário mostrará cidade para o mundo
Foto: Divulgação

Preocupada com o lado cultural, social e de cidadania, a ONG Academia Cultural de Santa Helena (Acult) buscou parceiros como a Gráfica Benacchio e toda a equipe da Rádio Liberdade FM para efetivar um projeto chamado “Residência Artística em Santa Helena”.

Esse projeto dará oportunidade para as pessoas que moram no município a mostrarem Santa Helena através de uma leitura audiovisual, com o uso do celular, filmando peculiaridades do cotidiano local, tanto na cidade como no interior.

Para solidificação do projeto, a Acult trouxe a profissional de videomaker que é um indivíduo que produz vídeos com seus próprios recursos ou por encomenda de terceiros, Thaneressa Lima de Minas Gerais. Sua experiência e formação são vastas e utilizará o conhecimento da atividade para realizar oficinas e também apoiar a realização do projeto.

Estão previstas oficinas que já começam nesse domingo (12) na Aldeia Indígena em Santa Helena Velha. No início da próxima semana, será a vez da comunidade de São Miguelzinho e depois com grupo formado na cidade.

Depois das oficinas de diálogo, compartilhamento de experiências e técnicas, acontecerá à produção de vídeos. No dia 26 de junho está marcado o Dia ‘D’ das filmagens. Tanto quem participou das oficinas como toda a comunidade está convidada para filmar algo que chame atenção no município, momentos curiosos e até lugares que mais gostam e mandar para o facebook ‘Santa Helena Hoje’ ou via whatssap.  

Essas imagens serão publicadas e utilizadas para a formatação de um grande documentário sobre Santa Helena. Thaneressa Lima explica que as escolhas dos locais para realização das oficinas foi uma forma de inclusão e levar o conhecimento para a área rural e urbana.

“Queremos divulgar Santa Helena para o mundo com o olhar das pessoas que moram aqui. Poderão filmar os detalhes diferentes da cultura local e enviar. Os pequenos recortes farão parte de um vídeo maior mostrando como é viver aqui”, conta a profissional.

De acordo com a coordenadora de projetos da Acult, Dra. Daniele Reiter, essa ideia surgiu com uma visão de futuro que a Acult possui para realizar uma TV Educativa pensando na parte prática para desenvolver grandes projetos audiovisuais. 

“Buscamos promover ações junto com a comunidade através de uma linguagem audiovisual. Estamos capacitando à equipe e a comunidade. O objetivo é incentivar a utilizar a linguagem audiovisual de uma maneira que consiga valorizar e impulsionar um desenvolvimento mais humano para o município”, conta a responsável.

 A videomaker, Thaneressa Lima, conta que já fez um conhecimento do lugar e possui uma agenda de trabalho durante todo o mês. 

“Os participantes receberão conhecimentos básicos para que os vídeos sejam com técnicas mais avançadas. A ideia é que essas pessoas sejam multiplicadores dessa técnica. Temos um número limite de vagas e procuramos pessoas que realmente tenham interesse e possam passar a diante os conhecimentos”, reforça a profissional.

Entre as dicas repassadas pela videomaker está o capricho nas filmagens para que saia algo bem criativo e bonito. A edição e narração serão por conta da profissional, mas pede que as filmagens sejam feitas em alta resolução, via celular.

Acesse e acompanhe as atividades: www.facebook.com/santahelenahoje

Colaboração: Assessoria de Imprensa