22°
Máx
14°
Min

Comentários racistas de fãs de 'Harry Potter' irritam J. K. Rowling

(Foto: Divulgação/Facebook oficial de J.K. Rowling)) - Comentários racistas de fãs de 'Harry Potter' irritam J. K. Rowling
(Foto: Divulgação/Facebook oficial de J.K. Rowling))

"Um bando de racistas". Foi assim que a escritora J. K. Rowling se referiu a alguns fãs da saga Harry Potter, que se posicionaram, nas redes sociais, contra a escalação de Noma Dumezweni para o papel de Hermione na peça que terá algumas exibições a partir desta terça, 7, em Londres, e que estreia oficialmente em 30 de julho. Trata-se de uma das estreias mais aguardadas, e nada menos que 175 mil ingressos foram vendidos em 24 horas.

Em entrevista ao The Observer no fim de semana, Rowling criticou aqueles que sugeriram que Hermione não poderia ser interpretada pela premiada atriz. A autora afirmou que nunca especificou a raça da personagem e que Dumezweni se mostrou perfeita para o papel. "Com minha experiência de redes sociais, eu achava que os idiotas fariam idiotices. Mas o que podemos dizer? Este é o mundo como ele é. Noma foi escolhida porque ela era a melhor atriz para este trabalho", ela disse na entrevista. Rowling comentou que quando o diretor John Tiffany falou sobre sua escolha, ela aprovou. "Eu a tinha visto num workshop e achei seu trabalho fabuloso".

Muita gente também aprovou a escolha. "Mas havia um bando de racistas me dizendo que porque Hermione ficou branca, isto é, perdeu a cor de seu rosto depois de um choque, ela era branca - e tenho uma grande dificuldade de lidar com isso. Mas decidi não me agitar tanto e simplesmente sustentei com firmeza que Hermione poderia ser uma mulher negra com toda a minha bênção e entusiasmo", completou.

Na série de filmes que se seguiram ao fenômeno editorial, a personagem era protagonizada por Emma Watson.

Ainda na entrevista, Rowling disse que a peça é centrada na figura do filho de Harry Potter, Albus Severus. "O epílogo do sétimo livro, Harry Potter e As Relíquias da Morte, sinaliza bem para onde eu queria ir. Era óbvio que o personagem que mais me interessava era Severus Potter".

J. K. Rowling acompanhou de perto o processo de montagem, mas não ficou responsável pelo texto. "Precisamos saber os limites de nossa própria competência. Eu me envolvi razoavelmente no roteiro dos filmes, mas sou mais familiarizada com este universo."

A peça sairá em livro no Reino Unido no dia 31 de julho. No Brasil, Harry Potter e The Cursed Child está previsto pela Rocco para outubro. Na mesma época, sai a versão digital do livro pelo Pottermore, plataforma da autora que comercializa seus e-books para o mundo todo.