27°
Máx
13°
Min

Corrente Fria, Corrente Quente se apresenta nesta sexta-feira (25)

(Foto: Divulgação / Assessoria de Imprensa) - Corrente Fria, Corrente Quente se apresenta nesta sexta-feira (25)
(Foto: Divulgação / Assessoria de Imprensa)

Escrito e interpretado por Fernanda Caldas Fuchs, com direção de Franco Fuchs, o monólogo Corrente Fria, Corrente Quente está na mostra Fringe do Festival de Curitiba 2016. A apresentação acontece no dia 25 de março, sexta-feira, às 15h, no TUC – Teatro Universitário de Curitiba, localizado na Galeria Júlio Moreira, Largo da Ordem. Ingressos a R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada).
Desde sua estreia em 2013, a montagem já passou por seis cidades e agora dez festivais. Foi contemplada com o Edital das Regionais: Ações Culturais e Constituição de Memória, da Fundação Cultural de Curitiba, e obteve três prêmios: troféus de melhor atriz e de segundo melhor espetáculo no Festival de Teatro de Paranaguá, e o terceiro prêmio da Sociedade Bunkyo, em São Paulo, pelo texto.

Mar de ausências e esperas

Na peça, uma jovem de Okinawa (província do sul do Japão) fala sobre o desaparecimento do pai, que saiu para pescar em alto-mar e nunca mais voltou. Sentado a poucos metros da atriz, o público acompanha o cotidiano da garota e o seu mergulho na elaboração da perda paterna.
Aspectos geográficos inspiraram a atriz tanto quanto referências artísticas japonesas, como a gravura A Grande Onda de Kanagawa, de Katsushika Hokusai.

SERVIÇO

Monólogo Corrente Fria, Corrente Quente no Festival de Curitiba 2016

Texto e interpretação: Fernanda Caldas Fuchs

Direção: Franco Fuchs

Figurino: Manu Assini

Dia 25 de março (sexta) às 15h

Local: TUC – Teatro Universitário de Curitiba. Galeria Júlio Moreira, Largo da Ordem

Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada).

Colaboração Assessoria de Imprensa.