22°
Máx
17°
Min

Festival traz contadores de histórias internacionais a PG

(Foto: Divulgação)  - Festival traz contadores de histórias internacionais a PG
(Foto: Divulgação)

As histórias se manifestam de diversas formas de expressão cultural, através de tudo aquilo que nos sensibiliza, nos cativa e nos encanta. Repositório de culturas e tradições, podem significar o reviver do passado ou a projeção de utopias, afirmação da identidade particular de um grupo e inserção na sociedade global, expressão de alegria e de indignação. Todas estas afirmações poderão ser conferidas na terceira edição do Festival Nacional de Contadores de Histórias, que começou hoje (18), e segue até o dia 20 de abril.

Realizado pela Fundação Municipal de Cultura e pelo Núcleo de Contadores de Histórias, o evento conta com a participação de renomados profissionais internacionais e nacionais.

As atividades programadas, abertas para professores, formação de docentes, grupos de leitura e literatura, com inscrições no saguão do Cine-Teatro Ópera, trarão as contribuições da Embaixadora da ONU para os Povos Indígenas, a escritora e contadora Eliane Potiguara; pelo escritor e contador tradicional Ikechukwu Sunday Nkeechi, da Nigéria; pela origamista Irene Mitsue Tanabe; pela escritora latino-americana Gloria Kirinus, do Peru; pelo pesquisador afro-brasileiro Macedo Griot; pela coordenadora da Câmara Mineira do Livro, a escritora Rosana Mont´Alverne; e pelo arte-educador Lucas Buchile.

Abordando as temáticas ‘Ancestralidade e Diversidade Cultural’, o evento terá um intercâmbio de interpretações, reunindo contos japoneses, holandeses, alemães suábios, ucranianos, poloneses, latino-americanos, africanos e afro-brasileiros. Segundo o curador do evento, o assistente cultural Alfredo Mourão, isto representa um processo de integração essencial para o fortalecimento de princípios e valores culturais. “A proposta é promover a democratização da cultura, estabelecendo relações construtivas com a comunidade, identificando nossas raízes por sua própria essência e conduzindo diferentes olhares sobre as etnias e as estéticas populares”, afirma.

O evento tem a parceria da Secretaria Municipal de Educação de Ponta Grossa, Sistema Fecomércio - SESC Paraná, Sinepe Paraná - Regional Campos Gerais, Paulinas, Associação Parque Histórico de Carambeí, Interstício Cultural, Unicesumar, Prefeitura de Castro, Prefeitura de Irati, Prefeitura de União da Vitória, Prefeitura da Carambeí, Núcleo Regional de Educação de Ponta Grossa, Rotary Alagados e Cultura Plural. Apóia a atividade a Secretaria Municipal de Assistência Social, por meio da Fundação Proamor e Departamento do Idoso.

Colaboração Assessoria de Imprensa.