28°
Máx
17°
Min

Joselia Aguiar é a nova curadora da Flip

A jornalista e pesquisadora Joselia Aguiar é a nova curadora da Festa Literária Internacional de Paraty. "Vamos descobrir possibilidades, inventar coisas novas para que a Flip continue a servir de referência para outras festas literárias ao redor do Brasil", comentou Joselia à reportagem. "Buscaremos novidades nos formatos e atividades, sobretudo para quem vai a Paraty. A ideia é reforçar que a Flip é uma experiência intransferível."

Joselia disse que ainda é muito cedo para especular nomes, mas afirmou que não é segredo para ninguém sua preferência pessoal é que Lima Barreto seja o escritor homenageado da próxima edição. "Ainda há muitas conversas e parte da graça é mesmo manter o suspense."

Há doze anos, Joselia concentra seu trabalho jornalístico na cobertura de livros, literatura e mercado editorial, entre a revista EntreLivros (entre 2005 e 2008), a Folha de S. Paulo e mais recentemente no jornal Valor Econômico. Ela concluiu um mestrado em história na USP, onde agora cursa o doutorado, em que estuda os diálogos literários e políticos de Jorge Amado com escritores da América hispânica. Ela também já entregou uma biografia do escritor baiano para a editora Três Estrelas, e o livro passa agora por uma "fase cuidadosa de edição", segundo a autora, e deve sair em 2017.

"Sempre tive uma preocupação, um cuidado para olhar à diversidade", explica sobre as diretrizes que pretende adotar na escolha de autores. "Vou manter o equilíbrio entre homens e mulheres e quero estar atenta à produção de negros, indígenas, e das periferias."

Ela também disse que vai ouvir sugestões de professores universitários, editoras e também dos leitores. Um dos canais é o site flip.org.br.