22°
Máx
16°
Min

Livro de Angélica Freitas ganha prêmio de tradução nos EUA

O livro de poemas Rilke Shake, da escritora gaúcha Angélica Freitas, ganhou o prêmio de tradução concedido pelo programa Three Percent, da Universidade de Rochester, nos EUA. O livro, traduzido por Hilary Kaplan para a editora Phoneme Media, venceu na categoria poesia. O mexicano Yuri Herrera, e o seu livro Signs Preceding the End of the World, levou na categoria ficção, vencendo Clarice Lispector.

Esta é a nona edição do prêmio, que paga US$ 5 mil para cada autor e tradutor. De acordo com a escritora e tradutora Tess Lewis, integrante do júri do prêmio, "Kaplan fez o seu trabalho com justiça aos poemas de Freitas, capturando as muitas mudanças de tom nas e entre as linhas, do brincalhão ao retorcido, ao sarcástico e ao patético, até ao sentimental e à ausência, e de volta ao divertido, às vezes tudo num mesmo poema".

Entre outros concorrentes na categoria ficção, estavam o angolano José Eduardo Agualusa, a italiana Elena Ferrante e a mexicana Valeria Luiselli. Na categoria poesia, ainda concorriam a argentina Silvina Ocampo, a chinesa Liu Xia e outros três livros. Os títulos foram selecionados entre 570 trabalhos de ficção e poesia publicados nos EUA em 2015.