27°
Máx
13°
Min

Museu Histórico Willy Barth terá depoimentos em vídeo de Pioneiros

Foto: Assessoria - Museu Histórico Willy Barth terá depoimentos em vídeo de Pioneiros
Foto: Assessoria

Foram entrevistados três personalidades que atuaram com cultura no município durante os primeiros anos de fundação de Toledo. Lourival Mendes, que já completou mais de 100 anos, foi quem trouxe o primeiro Cinema para Toledo, em 1950. Já os toledanos Valdir Formighieri e José Lúcio Liell, trabalharam com ‘seu Lourival’, na exibição e divulgação dos filmes.

Segundo a coordenadora do Museu, Rejane Rauber, a visita foi bastante significativa. “Foi um encontro muito importante e emocionante entre três amigos que trabalharam juntos no cinema no início da colonização de Toledo”. Rejane explicou que as entrevistas serão armazenadas e farão parte do acervo do Museu.

“É um trabalho que estamos realizando com pioneiros e personalidades que fizeram parte da história de Toledo, que estiveram aqui na colonização e viram este município crescer e se desenvolver”, comentou.

Conforme a história, inicialmente as exibições de filmes eram feitas no segundo piso do bar Café Imperial. Em 1951, no entanto, o cinema passou a funcionar em instalações próprias e adequadas, na confluência Norte da Rua Barão do Rio Branco e Largo São Vicente de Paula, onde agora é o Edifício Úrsula. Era o velho Cine Imperial, num casarão de madeira, que funcionou por vários anos.

Os filmes preferidos na época eram os “bangs-bangs” e as trapalhadas do Mazzaropi, que posteriormente eram levados ao interior do Município e da região.

Já em 1966 foi inaugurado o novo Cine Imperial, de propriedade da Empresa Lourival Mendes, com localização no Largo São Vicente de Paulo. Por suas opções acomodativas, o Cine Imperial serviu para realização de diversas solenidades e programações, como formaturas, palestras, concursos e festivais.

Colaboração: Assessoria