22°
Máx
16°
Min

Nobel S. Aleksiévitch e best-seller Knausgård participam de debates em SP

(Foto: Divulgação)  - Nobel S. Aleksiévitch e best-seller Knausgård participam de debates
(Foto: Divulgação)

Encerrada a Festa Literária Internacional de Paraty, é hora de alguns dos convidados começarem sua peregrinação por São Paulo e Rio de Janeiro. Os eventos promovidos pelas editoras no pós-Flip são uma boa oportunidade para quem não conseguiu participar do evento, realizado entre 29 de junho e 3 de julho. Alguns dos encontros costumam ser mais concorridos que a própria programação oficial.

Svetlana Aleksiévitch, vencedora do Prêmio Nobel de Literatura de 2015 e protagonista de uma das melhores mesas desta Flip, fala no Sesc Consolação (Rua Dr. Vila Nova, 245) na terça-feira, dia 5, às 16h. As senhas para o encontro com a autora de Vozes de Tchernóbil e A Guerra Não Tem Rosto de Mulher, ambos publicados pela Companhia das Letras, serão distribuídas uma hora antes do início. Serão apenas 70.

Depois da jornalista bielorussa, às 20h, sobe ao palco o o psiquiatra e pensador italiano Mauro Maldonato. No encontro, ele tratará de sua recente obra Na Base do Farol Não Há Luz: Cultura, Educação e Liberdade (Edições Sesc São Paulo).

Outro nome de destaque do evento, o norueguês Karl Ove Knausgård apresenta ao público Uma Temporada no Escuro (Companhia das Letras), quarto livro de sua polêmica série best-seller Minha Luta nesta segunda-feira, às 18h, na Livraria Cultura (Av. Paulista, 1.073). Após o bate-papo, ele autografa sua obra.

Na terça-feira, 5, às 10h30, o professor e arquiteto italiano, Francesco Careri, autor de Walkscapes - O Caminhar Como Prática Estética (GGBrasil) estará no no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc (Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar - Bela Vista, 2015), às 10h30.

Biógrafo de Clarice Lispector, Benjamin Moser fala sobre seu mais recente trabalho - o livro Autoimperialismo (Planeta), no dia 6, às 10h30, também no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc.