22°
Máx
16°
Min

Noitão tem pré-estreia de 'Dois Caras Legais' e Hollywood dos anos 1970

E esta sexta-feira, 15, é dia de Noitão no Caixa Belas Artes (R. da Consolação, 2423 - Consolação, São Paulo). A programação reverencia os anos 1970, pegando carona na próxima estreia de Dois Caras Legais, comédia de ação de Shane Black com Russell Crowe e Ryan Gosling.

Vamos fazer uma lista dos filmes que você poderá ver durante a madrugada e, claro, como sempre tem filme surpresa, sorteios, música nos intervalos das sessões e, pela manhã, o 'breakfast', vulgo desjejum, ou café da manhã. As salas iniciam às 23h30, 23h45 e 0h, e os ingressos custam R$ 28 (R$14 a meia-entrada).

Operação França, de William Friedkin

O longa vencedor dos Oscars de melhor filme, direção e ator (Gene Hackman) de 1971 fez história ao mostrar dois detetives da polícia de Nova York na caçada a poderoso traficante. Friedkin filmou de câmera na mão, num estilo urgente, verista, que virou referência para todas série policiais que se prezam (e depois dizem que Hollywood copia as séries). Mas o que fez a glória do filme foi a perseguição de carros. Em entrevista ao Estado, muitos anos depois, Friedkin admitiu que foi irresponsável. Filmou aquela doideira sem autorização nem isolar ruas. É um milagre, ele disse, que ninguém tenha morrido.

Frankenstein Júnior, de Mel Brooks

Ué, porque O Jovem Frankenstein trocou de título? Pois foi como O Jovem Frankenstein que o filme foi lançado, no mesmo ano de Banzé no Oeste, e os dois consagraram o ator e diretor Mel Brooks, que acaba de completar 90 anos - em 28 de junho. A velha história do monstro criado com restos de cadáveres ganha versão hilária, com direito a Marty Feldman na pele do assistente corcunda do médico louco. Feldman revira aqueles olhos saltados e a corcova muda de lado, a toda hora, nas costas dele. Pode ser incorreto, aliás, é incorreto. Mas não dá para não rir. Um clássico.

A Profecia, de Richard Donner

O diretor Donner fez filmes de diversos gêneros, com preferência pela fantasia - Superman, o clássico com Christopher Reeve, Ladyhawke - O Feitiço de Áquila etc. Na verdade, ele fez todos esses depois de A Profecia, que é de 1976. A história de Damien, o anticristo. Gregory Peck e Lee Remick fazem de tudo para proteger o garotinho, sem saber que é o demo. Você vai tomar grandes sustos - os animais enlouquecendo no zoológico, o vidro que decepa a cabeça do sujeito, o suicídio. E a ironia final é que o pequeno Demônio vai parar na Casa Branca, e logo em seguida começou a era de Ronald Reagan, que, só para lembrar, mudou o mundo. Premonição?