22°
Máx
14°
Min

Obra de Manoel de Barros ganha montagem em 'Inutilezas'

(Foto: Divulgação)  - Obra de Manoel de Barros ganha montagem em 'Inutilezas'
(Foto: Divulgação)

Por que fazer uma peça com poemas? O que dizer no palco que seja diferente de ler belos versos? Questões como essas intrigavam Bianca Ramoneda. Há 14 anos, a escritora navegava pelos escritos do poeta Manoel de Barros e buscava compreender como atracar em terra firme com a obra do mato-grossense.

Nesta sexta-feira, 2, ela e Gabriel Braga Nunes estreiam Inutilezas, no Sesc Pinheiros, peça dirigida por Moacir Chaves. "Ao estudar a produção de Manoel de Barros, percebi que havia um certo diálogo entre um livro e outro", diz Bianca. O roteiro criado por ela foi encenado na época e visto pelo poeta. "Foi uma grande surpresa para nós", conta. "A poesia foi feita para ser lida e havia um receio de levar os poemas para o palco", lembra Bianca, que então recebeu a bênção do poeta. O encontro da escritora com Barros se deu durante uma edição do extinto Prêmio Nestlé de Literatura Brasileira, quando Bianca era estreante na literatura e o poeta estava sendo homenageado. "Dei o livro de presente para ele e passamos a trocar cartas", recorda. Ela percebeu que não ia demorar muito para que revelasse o seu desejo de montar o espetáculo.

Para Nunes, a obra de Barros o atrai "pela luz que é lançada sobre as coisas inúteis". O que também explica o título da montagem. Bianca lembra que a nova palavra surgiu em meio aos estudos de livros como O Guardador de Águas, O Livro das Ignorãças e outros que compõem o espetáculo. "Ela é mais dele do que minha", ressalta. Alguns trechos são musicados por Chico Oliveira.

Hoje, a montagem retorna com outro fôlego. Entretanto, nada mudou, afirma Bianca. "Nesses 14 anos, a estrutura da peça é a mesma, mas aprendemos muito e a nossa compreensão dos poemas também. Isso faz o trabalho se renovar."

Neste ano, a peça foi encenada na Festa Literária de Paraty, a Flip, e, de lá, o elenco trouxe alguns "objetos inúteis", como costuma fazer por onde a montagem passa. "Já estamos buscando alguns por aqui", brinca Nunes.

INUTILEZAS

Sesc Pinheiros. Rua Paes Leme, 195. Tel.: 3095-9400. 5ª, 6ª, sáb., 20h30. R$ 7,50 / R$ 25.

Estreia hoje, 2/9. Até 1º/10.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.