21°
Máx
17°
Min

Octávio Mendes encena Irmã Selma em Maringá

O ator, diretor e autor Octávio Mendes está em Maringá para o espetáculo Irmã Selma. Com acidez e sarcasmo, a peça ficou em cartaz três anos em São Paulo e também é fenômeno nas redes sociais. Em um mundo que vê endurecido, o artista avalia que “é bom fazer rir”.

O personagem Irmã Selma nasceu a partir de uma reportagem que Mendes leu sobre o processo criativo do diretor de cinema Steven Spielberg. O norte-americano estudava a curva emocional do público e minutava as reações, construindo a partir disso a história.

Considerando“brilhante” a teoria, Octávio Mendes decidiu colocá-la em prática com Irmã Selma, em que reuniu sentimentos que supostamente não fariam sucesso com as pessoas. A personagem é mal-educada, mostra-se indiferente com o público e está ali somente porque precisa de dinheiro.

A ideia de fazer uma freira veio do local onde o espetáculo era apresentado: um cabaré. A religiosa era a figura que traria mais contradição com sua presença naquele espaço. Apesar da personalidade nada adorável, o sarcasmo teve risos como resultado.

Por que? O ator acredita que a resposta está no mundo em que vivemos. “O mundo precisa rir. O mundo precisa de esperança”, declarou. 

Comédia para pensar

Octávio Mendes é um crítico do modelo de stand-up comedy que ‘estourou’ no Brasil. Para ele, o problema não está no formato, mas no conteúdo que não propõe o questionamento. No espetáculo Irmã Selma, ele traz quadros reflexivos e existenciais sobre diversos assuntos.

Enquanto no stand-up, o ritmo é acelerado, quase sem pausas entre os esquetes, Octávio Mendes usa justamente as pausas para enriquecer suas falas. “O humor é a salvação do mundo. Você pode falar coisas sérias e importantes sem ofender ninguém”, defendeu. 

Trajetória

Após uma orientação vocacional, Octávio Mendes recebeu a boa notícia que poderia seguir qualquer carreira com sua inteligência acima da média. Aos pais, apontou o teatro como carreira, mas foi barrado, pois o palco não seria uma profissão.

Após se formar em Psicologia e Comunicação, Mendes fez pela segunda vez o vestibular da concorrida Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo e foi aprovado novamente.

Logo após se formar, encenou Camila Baker, espetáculo com o qual ganhou os prêmios Shell e Apetesp.

Em Maringá

O espetáculo Irmã Selma será apresentado nesta sexta-feira (12), às 21h, no Farol e, no sábado (13), no mesmo horário, no Teatro Callil Haddad. Os ingressos podem ser comprados pelo site Mega Bilheteria