24°
Máx
17°
Min

“Paraná: uma história” conta as diferentes fases e faces do estado

Um Paraná narrado em suas mais diversas fases e faces. O livro Paraná: uma história, escrito pelo jornalista Diego Antonelli, será lançado no próximo dia 5, às 19 horas, na Livraria Arte e Letra, localizada na Alameda Dom Pedro II, número 44, no bairro Batel, em Curitiba.

Dividido em três partes – Revoltas e Tragédias, Formação Sociocultural e Lugares Históricos – o livro faz uma releitura dos fatos que marcaram a história do Paraná.

A obra foca na importância de conhecer a história do estado para se compreender as razões que o levam a ser o que é hoje. A primeira parte do livro apresenta os principais confrontos e tragédias que assolaram o estado, passando da luta pela emancipação do Paraná, os levantes dos posseiros a incêndios e temperaturas gélidas que mudaram os rumos do desenvolvimento paranaense.

Não há como deixar de citar episódios como o Cerco da Lapa e o conflito bélico ocorrido no território contestado pelos estados do Paraná e Santa Catarina nas primeiras décadas do século XX. Ou, ainda, a batalha que tomou as ruas curitibanas tendo como causa um mísero pente.

O segundo capítulo mostra como somos e por que somos paranaenses. A invasão bandeirante na época em que a maior parte do território era espanhola ajuda a explicar as atuais fronteiras do estado.

(Foto: Divulgação)(Foto: Divulgação)

A formação social e cultural do paranaense deve muito às passagens dos tropeiros conduzindo suas tropas de gado vacum e gado muar, que desbravaram terrenos desconhecidos, aos escravos e aos imigrantes europeus a partir do século XIX. Sem falar do movimento paranista que transformou o pinheiro em símbolo dos paranaenses.

Colônias utópicas e anarquistas também foram vislumbradas por estas terras, que já não possuem as belezas naturais de outrora – como é o caso das Sete Quedas, no oeste do estado. Mas ainda nos restam as Cataratas do Iguaçu, que um dia Cabeza de Vaca tomou posse em nome do reino espanhol. Esse é o mote da terceira parte da obra, que foca os lugares históricos do estado.

O capítulo ainda relata a história de algumas edificações que transformaram o estado, como a primeira sede da prefeitura de Curitiba ou "Antigo Paço Municipal", já no século 20. Por anos, edifícios improvisados e alugados eram usados pelos governantes da capital. Em alguns desses espaços, os vereadores tinham que usar guarda-chuvas devido ao grande número de goteiras que assolavam os prédios.

A obra compila um total de 34 reportagens produzidas e escritas a partir de leituras, entrevistas e pesquisas dos trabalhos realizados por diversos historiadores. A obra conta com o texto de apresentação escrito pelo historiador Aimoré índio do Brasil Arantes e com o prefácio do historiador e diretor do Museu Paranaense Renato Carneiro.

Serviço

Lançamento livro Paraná: uma história – Editora Arte e Letra

Local: Livraria Arte e Letra, localizada na Alameda Dom Pedro II, número 44, no bairro Batel, em Curitiba.

Quando: 05 de outubro

Horário: 19 horas