28°
Máx
17°
Min

Dia das Crianças terá série de atividades no aterro do Igapó

(foto: Igor Albuquerque/Divulgação) - Dia das Crianças terá série de atividades no aterro do Igapó
(foto: Igor Albuquerque/Divulgação)

O Instituto Triunfo, em parceria com a Triunfo Econorte, vai promover uma grande festa na próxima quarta-feira (12), no aterro do Igapó, em Londrina, para comemorar o Dia das Crianças. A ação começa às 9h e segue até às 16h com jogos de futebol de rua, atividades educativas e recreativas, medição de glicemia e pressão arterial, higiene e entrega de materiais.

Além disso, haverá palestras sobre Drogas, Gás Efeito Estufa, Educação no Trânsito, Lei do Farol Baixo, e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. O objetivo é proporcionar momentos de lazer e recreação para a criançada, além de levar informação e conhecimento a seus pais.

“O Instituto Triunfo apoia eventos que se alinham com os eixos de atuação que incluem Proteção à Infância, Educação e Cidadania e Promoção e Preservação da Cultura. Além desta ação do dia 12, a Triunfo Econorte pretende realizar o fechamento do projeto “Educar para transformar”, que ocorrerá em diversos municípios do Norte do Paraná”, explica Thiago Pedroso, do Instituto Triunfo.

Futebol de Rua

A maior atração para a criançada serão os jogos de futebol, coordenados pelo Instituto Futebol de Rua, ONG criada em 2006 com a missão viabilizar a inclusão social através da prática esportiva. O público-alvo são crianças e adolescentes em situação de risco.

“Vamos realizar jogos no formato de Futebol de Rua: três contra três, gol vale 1 ponto, os dribles como rolinho, lençol e meia-lua valem três pontos e o mais importante é que o Fair Play prevalece, com jogo leal, amizade e alegria”, explica Alceu de Campos Natal Neto, fundador da ONG.

Haverá também demonstrações de Futebol Freestyle, que ajuda no desenvolvimento da parte criativa e inovadora das crianças. “O futebol freestyle é a arte de criar movimentos e manobras com a bola, o que auxilia muito na parte motora com relação a respostas rápidas, e na parte psicológica desenvolvendo a criatividade e a capacidade de improvisação”, conta Alceu de Campos.

(com assessoria de imprensa)