24°
Máx
17°
Min

Encontro de Contadores de História de Londrina começa nesta terça

(foto: divulgação) - Encontro de Contadores de História de Londrina começa nesta terça
(foto: divulgação)

Começa na próxima terça, 2, e vai até dia 14 de agosto a 6ª edição do Encontro de Contadores de História de Londrina, o ECOH. Com programação gratuita, o Encontro vai levar 25 diferentes espetáculos (distribuídos em 36 apresentações) para o palco do Sesi/AML, para escolas municipais e estaduais da cidade, além de centros de educação infantil, vilas culturais e outros espaços londrinenses. A abertura, no dia 2, fica com o contador curitibano Vinícius Mazzon, que traz “Histórias à Brasileira – causos e cantoria”, às 15h e às 20h, no Sesi/AML.

No espetáculo, Vinícius Mazzon, Rorair Bier Júnior e Fábio Mazzon se inspiram nas antigas duplas de humor para contar os causos do matuto do sul do Brasil. Com boas doses de viola, a história recria o universo típico do interior da região sul e é indicada para maiores de 6 anos.

Atividade de gente grande

A abertura do ECOH também traz o professor Frederico Fernandes, do departamento de letras da UEL, para a aula pública “O Corpo Para o Debate Com o Mundo”. A aula, indicada para o público adulto, convida para a reflexão sobre o corpo, considerando-o como um devir, como “aquilo que acontece em nós, mais do que o que simplesmente somos ou temos”. A aula está marcada para às 15h, na Okupação do MARL - o antigo prédio da ULES que foi ocupado pelo Movimento dos Artistas de Rua de Londrina no dia 27 de junho e desde então recebe atividades culturais e artísticas.

Durante o evento, a Okupação também vai receber contações de história e é palco das atividades formativas do ECOH, que incluem as oficinas “Paixão pela Palavra” da contadora de histórias Kiara Terra, “Somos todos narradores” de Josiane Geroldi e a “Oficina de Manipulação de Bonecos”, de Pati & Companhia. As inscrições para as oficinas devem ser feitas através do link http://bit.do/oficinasecoh .

Encontros de todos os cantos

Mantendo a tradição, a sexta edição do ECOH vai reunir experiências diversas e muito plurais em narraçao de histórias, trazendo grupos e contadores de diversos lugares do Brasil. De Londrina, se apresentam o projeto Todos Por Um, com uma proposta de histórias reais, com personagens da cidade, o grupo Fio da Meada, a cia. Kiwi de Jaqueta, a contadora Gisa Tenório, a cia Boi Voador, o grupo Tem Criança no Samba, cia. Conta um Conto, Pati & Companhia, Palhaço Arnica e o Exército Contra Nada, radicado em São Paulo.

Além dos conterrâneos, o ECOH ainda recebe os paranaenses Vinícius Mazzon e cia. Girolê, de Curitiba; a Cia das Histórias (Ponta Grossa), as catarinenses Josiane Geroldi, da cia. Contacauso e Rita Barbieri, da cia Tend’Arte, (Joaçaba) e, por fim, direto do estado de São Paulo se apresentam Cristiano Gouveia (Santo André), Fernanda Munhão (Ourinhos) além dos paulistanos Kiara Terra, Ana Roxo, Cristiano Meirelles, Nina Blauth, Arte Negus e Kelly Orasi.

Além disso o evento oferece uma narração especial para os surdos, com o grupo Mãos de Fadas, de São Paulo. O MassaNews fez uma entrevista com o pessoal do grupo.

(com assessoria de imprensa)