27°
Máx
13°
Min

Elijah Wood denuncia pedofilia em Hollywood

O ator norte-americano Elijah Wood, protagonista da saga O Senhor dos Anéis, denunciou que casos de pedofilia em Hollywood "são protegidos por figuras poderosas da indústria do cinema".

Em entrevista ao jornal Sunday Times, Wood, que começou sua carreira com 9 anos em De Volta Para o Futuro II e se destacou, ainda criança, em filmes como O Anjo Malvado (com Macaulay Culkin) e Eternamente Jovem (com Mel Gibson), afirmou que os abusos ocorreram durante "muito tempo em Hollywood" e que "provavelmente" continuam a ocorrer.

"É provável que essas coisas sigam ocorrendo. Se você é uma criança inocente, com pouco conhecimento deste mundo e com vontade de vencer, os parasitas te veem como sua presa", argumentou.

O ator, que, aos 18 anos, interpretou Frodo Baggins, na trilogia de O Senhor dos Anéis, disse que não sofreu abusos graças à proteção de sua mãe e de sua família.

"Ela estava muito mais preocupada com fazer de mim um bom ser humano do que em facilitar minha carreira", disse o ator, de 35 anos.

"Há muitas víboras nesse negócio que só têm em mente seus próprios interesses. O abuso continua porque as vítimas não podem falar tão forte quanto as pessoas poderosas", acrescentou.

Para Wood, o escândalo poderia ser equiparável ao do apresentador Jimmy Savile, da rede BBC, que abusou sexualmente de centenas de menores durante toda sua carreira. Os casos só foram investigados em 2011, depois de sua morte.

"Todos vocês cresceram com Savile", continuou Wood, na entrevista. "Está claro que está acontecendo alguma coisa importante em Hollywood", ressaltou o ator.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.