21°
Máx
17°
Min

Eterna gratidão por dar vida ao ícone Zeca Bordoada, diz La Peña sobre Karam

Depois de dois anos de internação, morreu nesta quinta-feira, 7, o ator Guilherme Karam, aos 58 anos. Ele tinha a síndrome de Machado-Joseph, doença degenerativa hereditária, que lhe foi passada pela mãe. O ator, famoso principalmente por seus papéis do humorístico TV Pirata, começou a sentir os efeitos da síndrome há onze anos. "Nosso abraço à família e amigos de Guilherme Karam. Eterna gratidão por dar vida ao ícone Zeca Bordoada", disse Hélio De La Peña, humorista e ator, no Twitter. "Descanse em paz, Guilherme Karan", afirmou o apresentador Gugu Liberato no Instagram.

Veja outras repercussões:

Bernardo Falcone, ator e músico, no Twitter - "Baixo Astral, um dos melhores/piores vilões da minha infância. Adorava o Guilherme Karan..."

Lucas Silveira, músico da banda Fresno, no Twitter - "Arrasado com a morte de Guilherme Karam. O ator mais engraçado que o Brasil já teve. Eu era dono da comunidade dele no Orkut."

Zezé Motta, atriz, no Twitter - "Mais uma estrela no céu, ao lado de muitos outros amigos queridos. Descanse em paz Guilherme Karan".

Eduardo Martini, ator, no Facebook: "Descansou de uma doença horrível... Que Deus te receba de braços abertos... Dia triste..."

Roger Moreira, músico, no Twitter: "P... Que pena!"

Gugu Liberato, apresentador, no Instagram: "Descanse em paz, Guilherme Karan."