22°
Máx
14°
Min

Galã dos anos 80, Paulo Castelli deixou de ser ator para trabalhar como psicólogo

O ator Paulo Castelli foi um dos maiores galãs nas telinhas dos anos 1980, mas no auge de sua carreira na TV abandonou os papeis em novelas da Globo para se dedicar à outra paixão: a psicologia.

O ator revela que deixou a promissora carreira de ator para correr atrás do seu maior sonho desde pequeno. Hoje, Castelli se tornou sócio de uma casa de idosos em Alphaville (SP) e é conhecido por seus clientes como Dr. Paulo Graven.

"Eu tenho saudade, eu lembro com muito carinho, cada vez que eu vejo alguma matéria que fala de algum dos personagens me vem aquela vida de antes e isso me toca muito. Toda a relação com o público dá saudade", comentou o psicólogo.

O ator se destacou nas novelas Tititi (1985) e Roda de Fogo (1986). A última novela que Castelli contracenou foi Bambolê (1987) e fez uma pequena participação na pele de um judeu em Vida Nova (1988).

"Pra ser um bom ator tem que pegar um pouco da psicologia, para se construir os personagens e o caráter", finalizou.