28°
Máx
17°
Min

Morre o popular cantor mexicano Juan Gabriel, aos 66 anos

(Foto: Reprodução/Facebook)  - Morre o popular cantor mexicano Juan Gabriel, aos 66 anos
(Foto: Reprodução/Facebook)

O cantor e compositor mexicano Juan Gabriel morreu no domingo, 28, em meio a uma exitosa turnê pelos EUA, em Santa Mônica, aos 66 anos. O prolífico artista, autor de sucessos como Querida e Amor Eterno, morreu pacificamente, pela manhã, de acordo com seu porta-voz.

O mexicano compôs mais de 1,5 mil canções, interpretadas por diversos artistas, e vendeu mais de 100 milhões de discos, segundo estimativa da Academia de Gravação Latino-americana.

O músico se encontrava próximo a Los Angeles depois de oferecer um show na sexta-feira, 26, como parte de sua turnê MéXXico Es Todo, que começou no dia 19 e correria por 22 cidades dos EUA. Durante a apresentação de duas horas e meia, o cantor animou a plateia e recebeu aplausos a noite toda.

Juan Gabriel tinha uma apresentação em El Paso, Texas, marcada para o domingo.

As redes sociais logo se inundaram de mensagens lamentando a morte do popular artista. "Lamento a morte de Juan Gabriel, um dos grandes ícones musicais de nosso país. Minhas condolências a seus familiares e amigos", escreveu no Twitter o presidente Enrique Peña Nieto. "Uma voz e um talento que representavam o México. Sua música, um legado para o mundo. Se foi muito cedo. Que descanse em paz."

Entre os artistas que postaram homenagens ao cantor, estão Paulo Coelho, Enrique Iglesias, Gael García Bernal, John Fogerty e Juanes. Dezenas de pessoas também prestaram homenagens em frente ao auditório onde Juan Gabriel se apresentaria no domingo.

Marc Anthony, Raúl Di Blasio, Ana Gabriel, Angélica María e Lucía Méndez são alguns dos intérpretes de suas canções. "Mais do que a quantidade de obras do maestro Juan Gabriel, a qualidade dessas obras, foi um grande autor, um grande expoente da música mexicana em nível mundial", disse Roberto Cantoral, diretor geral da Sociedade de Autores e Compositores do México.

Juan Gabriel, cujo verdadeiro nome era Alberto Aguilera Valadez, nasceu em Parácuaro, Michoacán, em 7 de janeiro de 1950. Em 2009 foi reconhecido pela Academia Latina de Gravação como Pessoa do Ano, e ganhou uma estrela na Calçada da Fama em Las Vegas.