22°
Máx
14°
Min

Pearl Jam, Tupac Shakur e Depeche Mode são indicados para Hall da Fama

O rapper Tupac Shakur (1971-1996) e o Pearl Jam estão entre os concorrentes para um lugar no Hall da Fama do Rock and Roll em 2017. Nove dos 19 indicados estão na disputa pela primeira vez, com Tupac e a banda de Seattle no seu primeiro ano de elegibilidade. Mais de 800 artistas, historiadores e membros da indústria musical votam, os resultados são anunciados em dezembro e a indução ocorre em abril de 2017.

As indicações foram anunciadas nesta terça-feira, 18. Entre outros, concorrem as bandas Journey, Bad Brains, Depeche Mode, Electric Light Orchestra, Jane's Addiction, Joan Baez, Chic, Kraftwerk, MC5, Janet Jackson, The Cars e Steppenwolf.

O prolífico Tupac foi morto a tiros no seu auge, em 1996. O álbum Me Against The World bateu no topo das paradas enquanto ele estava preso por agressão sexual. Keep Ya Head Up, Life Goes On, Ambitionz Az a Ridah e Changes são algumas de suas canções mais conhecidas. Ele gravou tantas faixas que novos lançamentos continuaram após sua morte.

O Pearl Jam pode ser a segunda banda da cena grunge de Seattle, depois do Nirvana em 2014, a entrar no Hall da Fama. Com o carismático frontman Eddie Vedder, a banda fez cedo muito sucesso, com canções como Jeremy, Even Flow e Better Man. Eles conscientemente deram um passo atrás do mundo comercial e seguem como uma banda respeitada e popular.

A banda Journey - Don't Stop Believin' - é outra indicada pela primeira vez. Já o Chic, de Neil Rodgers, está indicado pela 11ª oportunidade.

Não há um número fixo de induzidos - a classe deste ano teve cinco. Para ser elegível, a banda ou artista tem que ter lançado suas primeiras gravações até 1991. A cerimônia de premiação será no Barclay's Center, do Brooklyn, em Nova York. Os premiados eventualmente ganham espaço no museu do Hall da Fama do Rock and Roll, em Cleveland.