27°
Máx
13°
Min

Água de Coco leva floresta amazônica para a passarela

(Foto: Divulgação)  - Água de Coco leva floresta amazônica para a passarela
(Foto: Divulgação)

A cearense Água de Coco, que acaba de completar 30 anos, vem apostando na brasilidade há algumas temporadas. E com êxito. Desta vez, colocou uma oca na passarela, da qual saíam as modelos, e fez um show exibido, opulento, cheio de dourados e bordados, sem espaço para o baixo astral.

Com a fauna e a flora da floresta amazônica no Brasil, Peru e Colômbia como inspiração, a estilista Liana Thomaz mostrou maiôs e biquínis supertrabalhados, com franjas de canutilho, bordados de araras, amarrações com detalhes de passamanaria e texturas variadas. Havia ainda saídas de seda bem soltas, palas de paetês que lembravam cocares e brincões de metal em formato de penas e de vitória-régia. Altamente decorativista e altamente tropical.