20°
Máx
14°
Min

Uso de laxantes e jejum: modelo desabafa sobre por que desistiu da carreira

A modelo Délleny Mourão, de 20 anos, desabafou sobre as pressões e dificuldades da carreira no Facebook nesta segunda-feira, 10. Natural de Fortaleza, no Ceará, a jovem foi uma das vencedoras do concurso "The Look Of The Year 2015", da agência Joy Model Management, e mudou-se para São Paulo há 6 meses para trabalhar. Agora, anunciou que teve seu contrato cancelado pela agência por ter medidas fora do padrão e está desistindo da profissão.

Em seu depoimento, ela explicou os motivos. Entre outros, falou da cobrança do mercado por um corpo muito magro e relatou episódios que presenciou. Entre eles, o uso constante de laxantes por modelos, que ainda passam horas sem comer e fumam muito na tentativa de emagrecer para se enquadrar nos padrões impostos pelo mercado. Délleny contou ainda que viu muitas meninas menores de idade usando drogas e álcool e que dividia um apartamento antigo com mais de 20 modelos.

"Meninas dormiam em um colchão no chão ou no sofá quando a casa estava cheia. Tinha apenas um fogão, onde só três bocas funcionavam (e mal). Um banheiro para 23 MODELOS. E é porque eu vim de uma periferia e sou de família humilde, já passei por vários perrengues e não sou de reclamar por besteira. Mas por um preço tão alto, tendo que ficar longe da família e amigos, não era algo fácil de aceitar", relatou. A rivalidade entre as garotas e a falta de apoio profissional, de psicólogos e nutricionistas, foram outras temas abordados pela modelo.

Defesa

Procurada pelo Estadão, a agência fez um comunicado em que nega afirmações de Délleny e diz que o cancelamento do contrato se deve a diversos fatores: "A Joy Model Management repudia o uso de drogas e álcool e preza pela saúde e bem-estar das modelos. Oferecemos toda a estrutura necessária para o trabalho e a moradia na capital paulistana e incentivamos que as profissionais não vão a festas, se alimentem bem e durmam cedo. A exigência do mercado de moda é que a modelo tenha 90 cm de quadril e não 86 cm conforme informado por Délleny. O cancelamento do contrato da modelo ocorreu depois de inúmeras tentativas de contato sem sucesso com a modelo."