23°
Máx
12°
Min

Livro sobre o rock traça paralelo entre bandas

(Foto: Divulgação)  - Livro sobre o rock traça paralelo entre bandas
(Foto: Divulgação)

A lembrança da emblemática apresentação de Bruce Springsteen, em 2013, no Espaço das Américas, na capital paulista, não saiu da cabeça do jornalista Daniel Fernandes por um bom tempo. "Foi um show maravilhoso, de três horas e meia. Estranho era que não tinha muita gente e, mesmo assim, ele mostrou um comprometimento gigantesco com o público. O Bruce é um artista diferenciado e que procura dar seu melhor independentemente da situação", diz Daniel. Foi justamente ali que ele percebeu que a vida de uma banda de rock poderia mostrar alguns caminhos para as empresas empreenderem e administrarem seus negócios. "As situações vivenciadas pelos artistas e empresas são as mesmas, ainda que em diferentes proporções. A maioria das bandas com algum nível de sucesso, de uma maneira ou outra, de forma organizada ou não, é, na verdade, empresa", complementa.

O livro Como o Rock Pode Ajudar Você a Empreender, escrito em parceria com o também jornalista Marco Bezzi, explica como o Kiss, Eric Clapton, Beatles, Bruce Springsteen, Guns N Roses, Capital Inicial, Dead Fish, David Bowie e Pearl Jam tomaram decisões empreendedoras importantes para suas carreiras e conseguiram seguir em frente. A publicação será lançada nesta segunda-feira, 6, às 19 horas, na Livraria Saraiva, do Shopping Pátio Higienópolis, em São Paulo.

Dividido em 9 capítulos, Como o Rock Pode Ajudar Você a Empreender associa os diferentes caminhos trilhados pelas estrelas do rock a etapas e situações vivenciadas por todas as empresas. David Bowie, por exemplo, é atrelado ao processo de reinvenção e longevidade. O Guns N Roses, mais especificamente, à relação entre Axl Rose e Slash, utilizado para exemplificar a importância do trabalho em equipe, já que o grupo, pelas constantes brigas entre os dois, sempre teve dificuldades para estabelecer uma formação clássica. Já a "franquia" Kiss é um modelo bem-sucedido a ser seguido por todos. "Dinheiro e sucesso não podem ser objetivos. Eles, na verdade, precisam ser uma consequência disso. As empresas precisam ter isso em mente", afirma Daniel.

Para escrever o livro, Marco Bezzi e Daniel Fernandes entrevistaram especialistas em economia e empreendedorismo, além de artistas nacionais com trajetórias que se encaixam no tema da obra, como Dinho Ouro Preto, vocalista do Capital Inicial, e Rodrigo Lima, líder do Dead Fish. Além dos músicos, a dupla também entrou em contato com produtores musicais de larga experiência no mercado, caso de Rick Bonadio. "O rock acopla histórias de sucessos e fracassos como nenhum outro gênero musical", diz Daniel.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.