23°
Máx
12°
Min

Orquestra Sinfônica de Ponta Grossa apresenta concerto de valsas

(Foto: Divulgação) - Orquestra Sinfônica de Ponta Grossa apresenta concerto de valsas
(Foto: Divulgação)

Em um baile de debutante, uma formatura ou em um casamento, todo mundo já arriscou o ‘dois para lá e dois para cá’. As valsas surgiram, no meio campestre, durante o século XIX na região da Áustria e Alemanha e serão apresentadas para o público no próximo domingo (1º) pela Orquestra Sinfônica Cidade de Ponta Grossa (OSPG), a partir das 20h, no Cine-Teatro Ópera. O concerto, promovido pela Fundação Municipal de Cultura, será composto por oito músicas de compositores como Tchaikovsky, Mozart, Strauss e Émile Waldteufel.

A apresentação traz uma diversidade estilística, como relata o maestro e diretor artístico Jorge Augusto Scheffer. “A diversidade dos compositores faz com que a orquestra trabalhe com diferentes idiomas musicais. É nesta questão que reside a dificuldade, pois tivemos que ensaiar com muita atenção todos os mínimos detalhes, que fazem a diferença na construção de uma grande obra de arte”, afirma.

A peça central do concerto será ‘Danúbio Azul’, de autoria de Johann Strauss. A música foi executada pela primeira vez em 1876 durante um baile de Carnaval em uma piscina pública. A obra logo fez sucesso tanto no país de origem (Áustria) quanto em outros países. O nome da peça, que era ‘No Belo Danúbio Azul’ (‘An der schönen blauen Donau’, em alemão), com o tempo passou para Danúbio Azul.

Pierre Yves de Cerjat, músico solista da OSPG, explica que Strauss expandiu a estrutura das valsas e sua instrumentação, já que no período Romântico as orquestras tendiam a crescer em tamanho e diversidade de instrumentos. Durante a apresentação serão realizados solos dos instrumentos que compõe o naipe dos metais. “Sobre os solos dos metais, são duas peças escritas especificamente para o instrumento e duas adaptações. No caso da trompa, que está presente nas orquestras há centenas de anos, há muito repertório solista; o mesmo acontece com o trompete. Por serem mais recentes, o trombone e a tuba possuem menos peças solo. No entanto, isso não impede as pessoas que estarão no concerto de conhecer as particularidades de cada um dos instrumentos”, conta Cerjat.

Música que alimenta

Os ingressos para o concerto podem ser trocados por dois quilos de alimentos não perecíveis no Cine-Teatro Ópera e no Centro de Música, de segunda a sexta-feira. Os alimentos arrecadados serão doados para o Banco de Alimentos do SOS Ponta Grossa. “A nossa orquestra sente-se motivada com a oportunidade de fazer muito mais do que música e sim construir um mundo melhor”, diz o maestro. Podem ser trocados por ingressos 2kg de arroz, 2 kg de feijão, 2 kg de macarrão, 2 kg de açúcar, 2 kg de farinha de trigo, 400g de leite em pó ou duas unidades de óleo.

Concerto Danúbio Azul

  • Data: 01/05/2016
  • Local: Cine-Teatro Ópera
  • Horário: 20h
  • Ingresso: troca por alimento não perecível em prol do Banco de Alimentos do SOS Ponta Grossa
  • Locais para troca:
    • - Cine-Teatro Ópera (Rua XV de Novembro, 472 - Centro)
    • - Conservatório Maestro Paulino (Rua Frederico Wagner, 150 - Olarias)

Colaboração Assessoria de Imprensa.