24°
Máx
17°
Min

Rodrigo Garcia Lopes traz show 'Canções do Estúdio Realidade' ao Sesc Cadeião

(foto: Mariana Ribeiro/Divulgação) - Rodrigo Garcia Lopes traz show ao Sesc Cadeião
(foto: Mariana Ribeiro/Divulgação)

O poeta e compositor londrinense Rodrigo Garcia Lopes (voz, violão), acompanhado de Eduardo Batistella (bateria), apresenta no Sesc Cadeião (dias 9 e 16 de setembro) o show Canções do Estúdio Realidade. O álbum homônimo, gravado em Londrina, teve apresentação de Arrigo Barnabé, teve boa recepção da crítica especializada e recebeu elogios de músicos como Vitor Ramil, Chico Cesar, Marina Lima e Luiz Tatit. Há duas semanas o trabalho foi destaque do programa O Sul em Cima, apresentado e produzido por Kleiton Ramil na rádio Roquette-Pinto (RJ). O título do espetáculo,
que remete à obra 
do 
escritor
norte‐americano William
 Burroughs (autor
do termo reality
studio), é uma metáfora do mundo atual e de nossos tempos turbulentos e midiáticos.


O show propõe
uma
viagem
sonora ao
captar,
 sob
 a
 forma de
 canções, ou palavras postas em música, o
familiar
 e
 estranho
 estúdio
 realidade, levemente
 inspirado
no
mundo
em
que
vivemos. A canção brasileira
 é
vitalizada e arejada, aflorando em várias formas através
de letras
e
 melodias
 inspiradas,
 sonoridades
 e
 ritmos
que
 dialogam
 com
 o
 funk (“Adeus”, com Paulo Leminski),
 jazz (“Quaderna”,
 “Fugaz”), blues (“Cerejas”, “Perfeitos Estranhos Blues”), a
 música
 erudita
 (“Rito”),
 rap
 (“New
 York”),
afoxé
 (“Alba”),
balada (“Vertigem”) e a tradição do melhor da MPB. O repertório traz também parcerias, versões inspiradas ("Ninguém Melhor que Ela"), além da inédita “Trilha Sonora”. As canções, ora hipnóticas, ora cinematográficas e jazzísticas, se
 tornam
 campos
 de
 possibilidades
 poético‐musicais e aprofundam 
a 
inter relação 
entre
música,
voz e
 poesia.

Canções do Estúdio Realidade é um show vigoroso e inspirado, que afirma a singularidade musical e a riqueza poética do repertório autoral de Rodrigo Garcia Lopes, destacada por sua interpretação e seu modo de tocar e compor ao violão. Destaque-se também a conexão obtida por uma formação minimalista em power duo: Rodrigo Garcia Lopes (voz, violão) e Eduardo Batistella (bateria) perfazem a simbiose entre os instrumentos, executando um repertório de canções compostas por Garcia Lopes ao longo de sua trajetória, além de parcerias com poetas como Cruz e Souza e Paulo Leminski.

Na sequência do show do dia 9 acontece um bate-papo sob o tema “Palavra=Música=Voz”.

(com assessoria de imprensa)