22°
Máx
16°
Min

Cavendish conquista sua 3ª vitória nesta edição da Volta da França

O ciclista britânico Mark Cavendish se utilizou do seu grande sentido tático e de uma explosão impressionante de velocidade para ganhar a sexta etapa da Volta da França, realizada nesta quinta-feira, em um percurso de 109,5 quilômetros entre Arpajon-sur-Cère e Montauban, que foi completado em 4h43min48 por ele e mais 15 competidores.

Esta foi a terceira vez que Cavendish venceu uma etapa da Volta da França em 2016, sendo a 29ª na sua carreira. E para obtê-la ele superou o alemão Marcel Kittel por meia roda, com o também britânico Daniel McLay ficando em terceiro lugar.

Kittel iniciou o sprint final, mas Cavendish esperou pacientemente antes de ultrapassar o alemão nos últimos 200 metros. Assim, o britânico deixou para trás o francês Bernard Hinault, dono de cinco títulos da principal prova do ciclismo mundial, e se isolou como segundo maior vencedor de etapas da Volta da França. O belga Eddy Merckx detém o recorde com 34.

O belga Greg van Avermaet manteve a camiseta amarela destinada ao líder da classificação geral antes da realização da primeira etapa nos Pirineus, sendo bem protegido pelos companheiros da equipe BMC. Ele soma 30h18min38, com uma vantagem de 5min11 para o francês Julian Alaphilippe, o segundo colocado.

Atual campeão da Volta da França, Chris Froome, ajudado pelos seu companheiros da equipe Sky, ficou a quatro segundos do vencedor e ocupa o quinto lugar na classificação geral, a 5min17 do líder, mesma distância do colombiano Nairo Quintana, o sétimo colocado, que chegou junto ao oponente, em 22º lugar, duas posições à frente do britânico.

No mesmo pelotão, estavam o italiano Vincenzo Nibali, o 26º, o espanhol Alberto Contador, o 61º. Na classificação geral, o espanhol é o 25º, a 6min38 do líder, enquanto Nibali é apenas o 49º, com uma desvantagem de 14min06.

Em um dia muito quente no sudoeste da França, Yukiya Arashiro e Jan Barta fizeram o ataque inicial. O pelotão não os perseguiu e eles construíram uma confortável vantagem de 4min30.

Com temperaturas chegaram aos 36ºC, a vantagem diminuiu após o primeiro sprint intermediário, quando o francês Bryan Coquard superou Michael Matthews, Peter Sagan e Kittel, concorrentes na luta pela camiseta verde, destinada ao melhor velocista.

E eles foram freados com 22 quilômetros restantes, quando a equipe Dimension Data, de Coquard, se mudou para a frente do pelotão para organizar a perseguição. No final do estágio, uma mulher com uma bandeira francesa amarrada em torno de seu pescoço montou em um cavalo branco para acompanhar o pelotão, até que os velocistas acelerassem o ritmo, que culminou no triunfo de Cavendish.

A sétima etapa da Volta da França, com um percurso de 162,5 quilômetros, se iniciará em L'Isle-Jourdain e terá uma subida de 12,5km em uma inclinação média de 6,5%, bem como uma descida muito técnica para a linha de chegada no Lac de Payolle.