22°
Máx
16°
Min

Duda é sétimo em Rabat e segue sem índice olímpico no salto em distância

O brasileiro Mauro Vinicius, o Duda, segue sem conseguir o índice olímpico para os Jogos do Rio. Neste domingo, ele participou da etapa de Rabat, no Marrocos, da Diamond League, e terminou a disputa do salto em distância na sétima colocação, com a marca de 7,87 metros. A competição foi vencida pelo sul-africano Rushwal Samaai, que saltou 8,38m.

Duda é dono de dois títulos mundiais indoor, conquistados em 2012 e 2014, e também foi finalista nos Jogos de Londres, em 2012, mas neste domingo fez uma marca bem abaixo do índice olímpico, que é de 8,15m, e vai vendo o tempo se esgotar na sua tentativa de competir no Rio - ele tem até 3 de julho para conseguir a marca.

Outro brasileiro a competir neste domingo em Rabat, João Vitor de Oliveira, que possui índice para a Olimpíada, foi o sétimo colocado na prova dos 110 metros com barreiras com 13s90. O norte-americano David Oliver foi o vencedor, com o tempo de 13s12.

Também em Rabat, a sul-africana Caster Semenya voltou a fazer o melhor tempo do ano na prova dos 800 metros ao vencê-la com o tempo de 1min56s54, um tempo quase 2 segundos que o registrado na sua vitória em Doha há duas semanas. Além disso, esta foi a sua melhor marca em cinco anos.

A etíope Almaz Ayana triunfou com facilidade nos 5 mil metros, com o tempo de 14min16s31, mas ainda assim não conseguiu superar o recorde mundial da compatriota Tirunesh Dibaba, ficando a 5 segundos da marca. A jamaicana Elaine Thompson venceu a disputa dos 10 metros em 11s02. Já a cubana Katerina Stefanidi, com 4,75m, foi campeã no salto com vara.

NA HOLANDA - No Meeting de Hengelo, na Holanda, o gaúcho Lutimar Abreu Paes, qualificado para a Olimpíada do Rio, faturou a medalha de prata nos 800 metros, com o tempo de 1min46s04. O vencedor foi o queniano Willy Kiplimo Tarbei, com 1min44s51, enquanto o holandês Thijmen Kupers, com 1min46s27, completou o pódio em terceiro lugar.