22°
Máx
14°
Min

Thiago Braz bate recorde sul-americano do salto com vara

O fim de semana já é histórico para o atletismo brasileiro. No sábado, dois recordes sul-americanos foram batidos por atletas brasileiros durante a realização do ISTAF Indoor de Berlim, na Alemanha. Thiago Braz bateu o recorde absoluto do salto com vara ao superar o sarrafo a 5,93m, enquanto Rosângela Santos estabeleceu a melhor marca histórica dos 60m rasos, prova disputada apenas em ambiente indoor.

Thiago já era detentor do recorde sul-americano absoluto, tendo saltado 5,92m em Baku (Azerbaijão) no ano passado, numa competição ao ar livre. Como o Brasil tem um único local para provas indoor, inaugurado recentemente, os atletas brasileiros pouco competem nestas condições. Por isso, o antigo recorde indoor, do próprio Thiago, era baixo: 5,76m.

O resultado em Berlim foi relevante não só pela altura alcançada mas porque o brasileiro deixou para trás o francês Renaud Lavillenie, campeão olímpico e atual recordista mundial, e o alemão Raphael Holzdeppe, campeão mundial de 2013.

Apesar do recorde sul-americano, Thiago ainda ficou longe da melhor marca da temporada, os 6,00m alcançados pelo canadense Shawnacy Barber, de apenas 21 anos, atual campeão mundial e agora favorito ao ouro olímpico. O brasileiro até subiu o sarrafo para 6,01m em Berlim, mas falhou nas três tentativas.

Thiago Braz também está na lista de candidatos à medalha olímpica. No ano passado, só três atletas chegaram aos 5,93m que ele alcançou neste sábado: Lavillenie (6,05m), Holzdeppe (5,94m) e Barber (5,93m). Desde 2013, entretanto, só Lavillenie saltava acima disso. Dentre os quatro devem sair os três atletas do pódio do Rio-2016.


Rosângela

Pelo segundo final de semana seguido, Rosângela Santos bateu o recorde sul-americano dos 60m rasos, prova poucas vezes disputadas por brasileiras. Se Karlsruhe (Alemanha) ela igualou os 7s19 de Franciela Krasucki de 2014, neste sábado, em Berlim, estabeleceu uma nova melhor marca: 7s17.

A brasileira, entretanto, não está entre as melhores do mundo na distância. Quarta colocada em Berlim, ela divide a 11.ª colocação do ranking mundial, distante da fantástica holandesa Dafne Schippers, que correu 7s04 na semifinal e 7s00 na final.


Mais Recorde

Em São Caetano do Sul (SP), o ginásio da equipe BM&F Bovespa recebeu uma competição da Federação Paulista e viu um recorde nacional indoor: de Fabiana Moraes, que venceu os 60m com barreiras com 8s08, igualando a marca feita por Maila de Paula Machado em 2006.

De quebra, Fabiana Moraes, de 29 anos, conseguiu a qualificação para o Mundial Indoor de Portland (EUA), que será disputado de 18 a 20 de março. A própria Maila, que está com 34 anos, foi segunda colocada em São Caetano do Sul, com 8s40, longe do índice de 8s14. Nos 60m com barreiras masculino, Fábio Vaz fez 7s75 e ficou a apenas 0s03 do índice para Portland.