22°
Máx
16°
Min

Thiago Braz é indicado a prêmio de atleta do ano da IAAF

(Foto: Francisco Medeiros /ME) - Thiago Braz é indicado a prêmio de atleta do ano da IAAF
(Foto: Francisco Medeiros /ME)

O brasileiro Thiago Braz foi indicado e vai concorrer ao prêmio de atleta do ano. Nesta terça-feira, a Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês) divulgou a lista dos indicados para a sua premiação de 2016 e incluiu o saltador brasileiro, que enfrentará a dura concorrência de um mito: Usain Bolt.

A votação foi aberta nesta semana e o prêmio será entregue no dia 2 de dezembro, em Mônaco. O público poderá escolher seu atleta favorito pela internet. A votação termina no dia 1º de novembro, quando os três finalistas masculinos e femininos serão anunciados.

Entre os homens, o grande favorito é Bolt, que conquistou três medalhas de ouro olímpicas no Rio de Janeiro - ele já venceu a premiação cinco vezes. O brasileiro, que foi ouro no salto com vara, ainda tem a concorrência dos norte-americanos Ashton Eaton e Christian Taylor, do britânico Mo Farah, dos quenianos Eliud Kipchoge, David Rudisha e Conselsus Kipruto, além de Omar McLeod, da Jamaica, e de Wayde van Niekerk, da África do Sul.

Entre as mulheres, a lista de indicadas é composta por Almaz Ayana, Ruth Beitia, Vivian Cheruiyot, Kendra Harrison, Caterine Ibarguen, Ruth Jebet, Sandra Perkovic, Caster Semenya, Elaine Thompson e Anita Wlodarczyk.

Pelo sistema de votação, o peso dos votos do conselho da IAAF representa 50% do resultado final, enquanto atletas e dirigentes representam 25% e o público conta com outros 25% na contagem.

Braz surpreendeu ao derrotar, no Rio de Janeiro, o favorito Renaud Lavillenie. Um dos maiores nomes da história do atletismo mundial, Sergei Bubka, chegou a declarar ao Estadão.com que Thiago Braz caminha para o superar e bater o recorde mundial.

Bubka bateu o recorde mundial em 1993, quando saltou 6,15 metros. Seriam necessários mais de 20 anos para que a marca fosse derrubada. Em 2014, o francês Lavillenie saltou 6,16 metros. "Thiago pode me passar e bater o recorde mundial", disse Bubka.