27°
Máx
13°
Min

Button renova com a McLaren, mas será substituído pelo belga Vandoorne em 2017

Momentos após o fim do treino de classificação para o GP da Itália de Fórmula 1, a McLaren anunciou neste sábado importantes novidades para a próxima temporada. A tradicional equipe terá um novo piloto titular, o belga Stoffel Vandoorne, que ocupará a vaga de Jenson Button e será companheiro de Fernando Alonso em 2017. O britânico, por sua vez, seguirá por lá e pode voltar ao cockpit em 2018.

A "inovadora estratégia de três pilotos", como a equipe definiu, foi revelada neste sábado. Para que ela fosse possível, a diretoria acertou a renovação contratual de Jenson Button, que assinou vínculo por mais dois anos, até o fim de 2018. O inglês, no entanto, será uma espécie de embaixador da McLaren e ajudará com sua experiência na elaboração dos carros em 2017. Mas pode voltar ao volante no ano seguinte.

"Ao estender seu contrato e incluir 2017 e 2018, ele (Button) continuará como membro compromissado, influente e experiente da nossa equipe, e vai permanecer com envolvimento central no desenvolvimento de nossos carros. Ele também poderá correr por nós se as circunstâncias pedirem", explicou o chefe da McLaren, Ron Dennis.

Com a mudança, 2017 será a primeira temporada desde 1999 em que Jenson Button não estará no grid da Fórmula 1. O britânico de 36 anos, piloto com terceiro maior número de provas na categoria, no entanto, não pareceu se incomodar com a ausência. Ele, inclusive, garantiu que "voltará ao volante" da equipe em algum momento.

"Estou muito feliz por continuar como membro importante da equipe McLaren. Estou extremamente empolgado com meu novo papel, resultado de muitas conversas com o Ron", afirmou o piloto. "Para ser claro, definitivamente não estou me aposentando. Estou contratado para 2017 e 2018 e pretendo trabalhar duro para o desenvolvimento do carro. E tenho certeza que estarei de volta ao volante do novo carro alguma hora."

Se não encerra a carreira de Jenson Button, a alteração promovida pela McLaren abre as portas da Fórmula 1 para um promissor piloto. O belga Stoffel Vandoorne, de 24 anos, ganhou de forma avassaladora a GP2 em 2015 e vinha fazendo bom trabalho como piloto reserva da equipe inglesa. Na única oportunidade que teve como titular, ao substituir o então lesionado Fernando Alonso na segunda etapa do ano, pontuou no GP Bahrein e foi bastante elogiado.

"Ele (Stoffel) está pronto para correr na Fórmula 1, como sua boa estreia no GP do Bahrein deste ano provou", afirmou Ron Dennis. A McLaren, em seu site oficial, definiu o belga como "o mais talentoso e empolgante jovem piloto do esporte na atualidade".

Como não poderia deixar de ser, o próprio Stoffel celebrou bastante a oportunidade. "Quero expressar minha gratidão a todos da McLaren, especialmente o Ron, que demonstrou fé em mim. Já assinei muitos autógrafos na carreira, mas quando escrevi minha assinatura no contrato da McLaren hoje, foi uma sensação excepcionalmente especial", comentou.