23°
Máx
12°
Min

Cal Crutchlow encerra jejum britânico de 35 anos e vence a etapa checa da MotoGP

(Foto: Divulgação/MotoGP) - Cal Crutchlow encerra jejum de 35 anos e vence etapa checa da MotoGP
(Foto: Divulgação/MotoGP)

Em uma corrida confusa, marcada pela chuva e por um duelo de estratégias, o britânico Cal Crutchlow surpreendeu neste domingo e venceu a etapa da República Checa, a 11ª da temporada 2016 da MotoGP, que foi realizada no circuito de Brno. Essa foi a primeira vitória da Grã-Bretanha na categoria após 35 anos - e também a primeira da carreira do piloto.

Crutchlow, da LCR Honda, havia largado apenas na décima colocação, mas se aproveitou da confusão provocada pela chuva e acertou na estratégia, ao optar por pneus duros tanto na roda traseira quanto na dianteira, o que foi determinante quando a pista começou a secar nas voltas finais.

Assim, ele fez uma excelente corrida e assegurou com certa tranquilidade o inesperado triunfo. Crutchlow completou a prova em 47min44s290, mais de sete segundos à frente do segundo colocado, o italiano Valentino Rossi.

Rossi, aliás, foi outro grande destaque. Depois de largar em sexto lugar e cair para o pelotão intermediário, o multicampeão fez uma excelente corrida de recuperação, ultrapassou inúmeros adversários nas voltas finais e garantiu a segunda colocação.

A disputa pela terceira posição também foi muito acirrada. Hector Barberá, da Avintia Ducati, seu companheiro Loris Baz, Marc Márquez, da Honda, e Andrea Iannone, da Ducati, brigaram até a última volta pelo posto.

Melhor para o atual líder da temporada. Embora tenha largado na pole e perdido algumas colocações no início, o Márquez se recuperou nas últimas quatro voltas e saltou de quinto para o terceiro lugar.

O resultado do espanhol foi ainda melhor porque o então segundo colocado da temporada, Jorge Lorenzo, teve problemas com a chuva e terminou apenas em 17º, uma volta atrás de Crutchlow. Assim, Márquez ampliou sua vantagem para o compatriota na tabela de classificação - 197 pontos contra 138. Rossi subiu para segundo, com 144 pontos.

Entre os dez primeiros colocados, a chuva provocou algumas surpresas. Loris Baz terminou em quarto, à frente do seu companheiro Barberá. Já o irlandês Eugene Laverty, da Aspar Ducati, acabou em sexto, o italiano Danilo Petrucci, da Pramac Ducati, fechou em sétimo e Iannone, que perdeu rendimento nas duas voltas finais, foi o oitavo. O italiano foi seguido por Maverick Viñales, da Suzuki, e Tito Rabat, da Marc VDS Honda.

A 12º etapa da temporada 2016 da MotoGP será disputada em 4 de setembro, no circuito de Silverstone, na Grã-Bretanha.