22°
Máx
17°
Min

Com dores no pé, Hamilton desfalca Mercedes e Wehrlein finaliza teste da Pirelli

A série de testes da Pirelli com a Mercedes terminou nesta quinta-feira sem a presença do tricampeão da Fórmula 1 Lewis Hamilton. O inglês alegou dores no pé para ficar de fora do segundo e último dia de trabalho com a fornecedora de pneus, que avalia os compostos, mais largos, que serão utilizados na temporada 2017.

Sem Hamilton, a Mercedes recorreu ao seu piloto de testes, o alemão Pascal Wehrlein, que também é titular da Manor no grid atual da F1. Wehrlein, contudo, teve menos trabalho do que esperava. Isso porque o mau tempo atrapalhou o teste que contava com o modelo 2015 do carro da Mercedes, adaptado para simular as regras da próxima temporada.

Entre chuva, nevoeiro e pista úmida, o piloto alemão completou apenas 31 voltas no Circuito da Catalunha, em Barcelona, na Espanha. Foi praticamente a metade do que fez o seu compatriota Nico Rosberg nas atividades de quarta, primeiro dia desta série de testes, com a Mercedes.

O teste desta quinta teve início com temperatura de apenas 15 graus na pista molhada em Barcelona. Mesmo assim, Wehrlein conseguiu completar as 31 voltas pela manhã, com pneus intermediários. À tarde, a chuva caiu forte e impediu o retorno do piloto à pista, encerrando de forma precoce a atividade.

Ao fim da curta sessão, o diretor esportivo da Pirelli não escondeu a decepção pelo teste abreviado pelo mau tempo. "Obviamente a chuva prejudicou nossa evolução ontem e hoje, mas esse mau tempo não era totalmente inesperado nesta época do ano na Europa. O mesmo aconteceu no teste anterior, e é por isso que sou favorável a marcar testes em locais onde o tempo ajudará em 2017", comentou.

O próximo teste da Pirelli com equipes da Fórmula 1 está marcado para esta sexta-feira, sábado e domingo, com a Red Bull. Desta vez, as sessões serão realizadas em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.