23°
Máx
12°
Min

Com grande performance, Rosberg lidera em nova bateria de testes da F1

(Foto: STUDIO COLOMBO/ PIRELLI) - Com grande performance, Rosberg lidera em nova bateria de testes da F1
(Foto: STUDIO COLOMBO/ PIRELLI)

O alemão Nico Rosberg surpreendeu nesta terça-feira ao exibir forte performance no primeiro dia da segunda e última bateria de testes coletivos da pré-temporada da Fórmula 1. O piloto da Mercedes cravou o melhor tempo com pneus macios nas sessões realizadas até agora. Seu companheiro de equipe, o inglês Lewis Hamilton, foi apenas o sexto mais veloz. E o brasileiro Felipe Nasr, da Sauber, registrou o nono tempo entre 12 pilotos que foram para a pista do circuito de Barcelona nesta terça.

Rosberg marcou o tempo de 1min23s022, apenas 0s2 mais lento que o melhor tempo já registrado nos testes desta pré-temporada. A marca, que pertence ao alemão Sebastian Vettel, foi obtido com pneus ultramacios, naturalmente mais velozes que o supermacio e o macio que Rosberg utilizou nesta terça.

Foi a primeira vez que a Mercedes foi para a pista com pneus macios. Até então a equipe vinha dando prioridade para a quilometragem na pista. Nesta terça, eles também permaneceram bom tempo no traçado. Rosberg completou 82 voltas, contra 90 de Hamilton, cujo melhor tempo foi de 1min25s051.

Quem mais se aproximou do piloto alemão foi o finlandês Valtteri Bottas, que levou a Williams para o segundo posto, com 1min23s229. O companheiro de Felipe Massa, contudo, foi para a pista com pneus ultramacios, de cor roxa.

O terceiro mais veloz do dia foi Fernando Alonso, trazendo novo ânimo para a McLaren. O espanhol chegou a levar um susto ao parar na pista no período da manhã, causando a bandeira vermelha. Mas surpreendeu ao anotar o tempo de 1min24s735, com 93 voltas.

O finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, obteve o quarto tempo, com 1min24s836. Entre os mais rápidos do dia, Raikkonen foi quem menos rodou no traçado catalão. Foram 72 voltas, em razão de problemas mecânicos. O piloto da Ferrari passou a maior parte da tarde na garagem.

O russo Daniil Kvyat, da Red Bull, registrou o quinto tempo, com 1min25s049. Ele foi seguido de Hamilton e do holandês Max Verstappen, da Toro Rosso, com 1min25s176. O alemão Nico Hülkenberg, que liderou um dos testes da semana passada com sua Force India, foi o oitavo mais veloz, com 1min25s336.

Felipe Nasr levou sua Sauber ao nono posto na tabela de tempos, com 1min25s493. O dinamarquês Kevin Magnussen marcou o 10º tempo, com 1min25s760. Já as equipes menores, Haas e Manor, tiveram dia pouco produtivo. Em razão de problemas, o mexicano Esteban Gutiérrez percorreu apenas 23 voltas no traçado com a estreante Haas, com tempo de 1min26s661. E o indonésio Rio Haryanto, da Manor, anotou 1min27s625 em sua melhor volta dentre as 45 que completou nesta terça.