21°
Máx
17°
Min

Di Grassi causa acidente no início e Buemi fatura título da Fórmula E

Talvez inspirado pela dobradinha entre Nico Prost e Bruno Senna no sábado, o brasileiro Lucas Di Grassi perdeu o controle do carro logo na largada da segunda corrida da rodada dupla da etapa de Londres e bateu na traseira do francês Sébastien Buemi, seu concorrente de título na Fórmula E. Mas, diferentemente da colisão de 21 de outubro de 1990 que deu o bicampeonato a Ayrton Senna contra seu arquirrival Alain Prost, neste domingo os dois carros puderam voltar para a pista e depois o título desta nova categoria do automobilismo mundial acabou ficando com Buemi.

Buemi e Di Grassi foram para os boxes e utilizaram o segundo carro para tentar a volta mais rápida. Como estavam empatados no número de pontos na classificação geral e não tinham mais chances de subir ao pódio, a decisão seria feita por quem fosse mais rápido, rendendo mais dois pontos na tabela, que acabou sendo a pequena diferença que rendeu o título ao piloto francês.

O francês usou da estratégia, esperou um momento com a pista mais livre para voltar à pista. Fez a melhor volta na 23ª, mas ambos ainda tinham o FanBoost para utilizar. Di Grassi se utilizou do turbo na volta 30, mas girou mais devagar do que o concorrente. O brasileiro recolheu o carro e ainda viu o adversário melhorar ainda mais o tempo nas voltas finais.

A disputa pelo título ofuscou um pouco a vitória de Nico Prost, a segunda no final de semana da etapa dupla de Londres. O francês dominou a corrida de ponta a ponta. O alemão Daniel ABT e o belga Jerome D'Ambrosio completaram o pódio. O melhor brasileiro no grid foi Bruno Senna, que ficou em sexto lugar e terminou o campeonato com um total de 52 pontos.

Campeão da temporada inaugural da Fórmula E, que é organizada pela Federação Internacional de Automobilismo e foi realizada no ano passado, Nelsinho Piquet terminou a prova deste domingo em décimo lugar e realizou um campeonato muito ruim, pois somou apenas sete pontos ao total.