23°
Máx
12°
Min

Em dia de domínio da Mercedes, Rosberg volta a liderar treino livre no Bahrein

O primeiro dia de atividades de pista para o GP do Bahrein indicou que a Mercedes deverá dominar mais um fim de semana na Fórmula 1, o que se tornou rotineiro desde 2014. E, assim como havia ocorrido no treino livre inicial, foi o alemão Nico Rosberg quem se deu melhor na segunda atividade do dia no circuito de Sakhir, terminando o dia como o piloto mais rápido.

Embalado pela vitória na prova de abertura do campeonato, o GP da Austrália, Rosberg chegou ao Bahrein sob a expectativa de se manter na liderança do campeonato e ampliar a sua sequência de triunfos, iniciada ainda em 2015, quando venceu as últimas três provas da temporada.

Nesta sexta-feira, então, Rosberg teve ótimo início nas atividades no circuito de Sakhir. O alemão liderou a primeira sessão e repetiu a dose na atividade seguinte, quando marcou o tempo de 1min31s001, registrando a melhor marca de uma sexta-feira dominada pela Mercedes.

Afinal, nos dois treinos livres, Rosberg foi seguido por Lewis Hamilton. O inglês, seu companheiro de equipe na Mercedes, venceu as duas últimas edições do GP do Bahrein, mas ao menos nesta sexta-feira precisou se contentar com o segundo lugar ao registrar a sua melhor volta em 1min31s242.

Assim como na primeira atividade, quando Rosberg colocou cerca de 1s9 de vantagem para o terceiro colocado, o domínio folgado se repetiu com folga na segunda sessão, em um indicativo de que são grandes as chances da dobradinha do GP da Austrália se repetir no Bahrein. Dessa vez, quem ficou na terceira posição, de modo até surpreendente, foi o inglês Jenson Button, da McLaren, que marcou 1min32s281, sendo 1s2 mais lento do que Rosberg.

O holandês Max Verstappen veio logo atrás, com a sua Toro Rosso, equipada com motores de 2015 da Ferrari. Assim, ele foi mais rápido do que os dois carros da escuderia italiana, que é considerada a equipe com mais chances de ameaçar o domínio da Mercedes, mas teve desempenho bastante discreto nesta sexta-feira.

Ente os pilotos da Ferrari, o melhor foi o finlandês Kimi Raikkonen, que ficou em quinto lugar, logo à frente do seu companheiro, o alemão Sebastian Vettel, que teve problemas com o seu carro.

O russo Daniil Kvyat, da Red Bull, ficou em sétimo lugar, seguido pelo finlandês Valtteri Bottas, da Williams. A combinação de uma Red Bull seguida por uma Williams se repetiu no nono e décimo lugares, ocupados, respectivamente, pelo australiano Daniel Ricciardo e pelo brasileiro Felipe Massa, com 1min32s873.

Substituto do espanhol Fernando Alonso, vetado pelos médicos por ainda não estar completamente recuperado dos efeitos do acidente sofrido no GP da Austrália, o belga Stoffel Vandoorde terminou o segundo treino livre no Bahrein em 11º lugar pela McLaren.

Já Felipe Nasr decepcionou nesta sexta-feira. O brasileiro ficou na 21ª colocação, com a marca de 1min34s477, à frente apenas do indonésio Ryo Haryanto, e logo atrás do sueco Marcus Ericsson, da Sauber.

As atividades do fim de semana no GP do Bahrein prosseguem neste sábado, quando vai ser realizado o terceiro treino livre e também a sessão de classificação, agendada para meio-dia (horário de Brasília). O horário é o mesmo da largada da segunda prova da temporada no domingo, no circuito de Sakhir.