28°
Máx
17°
Min

FIA tira 8 posições de Pérez por ignorar bandeira amarela e Massa larga em 11º

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) definiu uma punição a Sergio Pérez, da Force India, com a perda de oito posições na largada para o GP de Cingapura. O mexicano não respeitou uma dupla bandeira amarela no treino classificatório e após ficar com o décimo melhor tempo, caiu para o 18.º lugar no grid.

Assim, seguindo a ordem a partir do décimo lugar, Valtteri Bottas, Felipe Massa, Jenson Button, Esteban Gutiérrez, Romain Grosjean, Marcus Ericsson, Kevin Magnussen e Felipe Nasr, subiram uma posição na definição da ordem de largada.

Pérez cometeu a infração nos momentos finais do Q2, a segunda fase da atividade, quando Grosjean acertou o muro na curva 10. O acidente acionou dupla bandeira amarela, e alguns pilotos - incluindo a dupla da Williams, Massa e Bottas - abortaram suas últimas tentativas na parcial.

No entanto, o mexicano seguiu acelerando forte, inclusive manteve a velocidade alta nas curvas 9 e 10, e garantiu a ida ao Q3. Este fato valeu cinco posições de penalidade. Somada à primeira punição, Pérez também fez uma ultrapassagem ilegal sobre seu compatriota Esteban Gutierrez, da Haas, durante as bandeiras amarelas, e perdeu mais três lugares no grid de largada.

"Os fiscais levaram em consideração o fato de que o piloto tinha duas curvas para reduzir a velocidade significativamente e não o fez. Ambas as curvas eram cegas (incluindo aquela onde aconteceu o acidente de Grosjean e onde o carro danificado ainda estava nas barreiras de proteção) e o piloto não teria como saber se a pista estava bloqueada total ou parcialmente e/ou se haveria pessoas trabalhando no asfalto ou às margens dele", explicou a FIA.

Além da punição recebida no grid de largada de Cingapura, o mexicano também levou três pontos na licença. Esta é a primeira vez que Pérez recebe tal penalidade na atual temporada.

Confira o grid de largada atualizado do GP de Cingapura:

1º - Nico Rosberg (ALE/Mercedes), 1min42s584

2º - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull), 1min43s115

3º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes), 1min43s288

4º - Max Verstappen (HOL/Red Bull), 1min43s328

5º - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), 1min43s540

6º - Carlos Sainz Jr (ESP/Toro Rosso), 1min44s197

7º - Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso), 1min44s469

8º - Nico Hülkenberg (ALE/Force India), 1min44s479

9º - Fernando Alonso (ESP/McLaren), 1min44s553

10º - Valtteri Bottas (FIN/Williams), 1min44s740

11º - Felipe Massa (BRA/Williams), 1min44s991

12º - Jenson Button (ING/McLaren), 1min45s144

13º - Esteban Gutiérrez (MEX/Haas), 1min45s593

14º - Romain Grosjean (FRA/Haas), 1min45s723

15º - Marcus Ericsson (SUE/Sauber), 1min47s827

16º - Kevin Magnussen (DIN/Renault), 1min46s825

17º - Felipe Nasr (BRA/Sauber), 1min46s860

18º - Sergio Pérez (MEX/Force India), 1min44s582

19º - Jolyon Palmer (ING/Renault), 1min46s960

20º - Pascal Wehrlein (ALE/Manor), 1min47s667

21º - Esteban Ocon (FRA/Manor), 1min48s296

22º - Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), 1min49s116