28°
Máx
17°
Min

Hamilton reclama de problema e prevê corrida sem chances de ultrapassagem

Lewis Hamilton voltou a sofrer com problemas em sua Mercedes neste sábado. O piloto inglês não conseguiu disputar o Q2 do treino classificatório do GP da Rússia de Fórmula 1 em razão de uma falha no sistema de recuperação de sua unidade de potência, problema semelhante ao que acontecera na etapa anterior, na China.

"Eu tentei fazer mais uma saída no final do Q2 e eu perdi a potência do motor, do mesmo jeito que aconteceu na China. Não há nada que eu possa fazer. Mas eu nunca desisto", avisou o inglês, que terá que largar do 10º posto no grid de largada - um grande avanço em comparação à corrida anterior, quando precisou sair da última colocação.

Desta vez, porém, a maior dificuldade está nas próprias características do Circuito de Sochi. O traçado russo não costuma favorecer as ultrapassagens. "Não é uma pista fácil para ultrapassar. Mas há algumas retas longas. O tempo vai dizer, mas nunca vou desistir", reforçou.

Enquanto Hamilton largará do 10º lugar, seu companheiro Nico Rosberg vai sair novamente na pole position. Em grande momento na F1, o piloto alemão venceu as três corridas disputadas neste ano (são seis vitórias seguidas, contando as últimas três do ano passado) e lidera o Mundial de Pilotos com boa folga.