24°
Máx
17°
Min

Marcos Gomes assume ponta da Stock com vitória na 1ª prova em Goiânia

(Foto: Fernanda Freixosa/VICAR) - Marcos Gomes assume ponta da Stock com vitória na 1ª prova em Goiânia
(Foto: Fernanda Freixosa/VICAR)

Na rodada dupla da Stock Car em Goiânia, realizada neste domingo, o atual campeão da categoria voltou a vencer em 2016. Marcos Gomes travou boa luta com Cacá Bueno e ficou em primeiro lugar na primeira corrida. Em seguida, contando com a estratégia de paradas, Galid Osman cruzou a linha de chegada com a vitória na segunda prova.

Com os resultados, Gomes assumiu a liderança do campeonato de pilotos com 59 pontos, seguido por Felipe Fraga, com 56, e Rubens Barrichello, que chegou a 53 pontos na temporada. A próxima etapa da Stock Car vai ser disputada em 5 de junho, com a prova de Santa Cruz do Sul.

CORRIDA 1 - A primeira prova teve início com Cacá Bueno mantendo a liderança após a largada, seguido por Barrichello, Gomes e Daniel Serra. Com a estratégia de fazer a corrida sem ter de ir aos boxes, Cacá abriu bastante vantagem na ponta.

Atrás, Gomes conseguiu ultrapassar Barrichello, que passou a travar uma boa batalha pela terceira posição com Serra. A briga ainda ganhou a presença de Ricardo Maurício.

Na ponta, Cacá Bueno foi perdendo rendimento dos pneus e Gomes conseguiu encostar e ultrapassar o líder na volta 19. Pouco depois, Cacá teve um pneu furado e acabou fora da briga por pódio. Seu companheiro Serra também teve problemas e teve de ir aos boxes, acabando com a ótima corrida que se desenhava para a Red Bull.

Com a liderança assegurada, Gomes não teve mais trabalho para levar o carro até a linha de chegada na primeira posição. Barrichello abriu mão do pódio para ir aos boxes na volta 25 e acabou em 11.º lugar. Melhor para Ricardo Maurício e Valdeno Brito, que fecharam o pódio da corrida.

CORRIDA 2 - A segunda prova da rodada dupla ficou marcada pelo acerto estratégico dos pilotos que decidiram abastecer e trocar os pneus ainda na primeira corrida. Sem paradas, Galid Osman, Felipe Fraga e Rubens Barrichello formaram, em ordem, o pódio.

Rafael Suzuki foi o décimo colocado da primeira prova, mas optou por trocar um pneu e largar dos boxes. Com isso, Julio Campos ficou com a pole position e largou ao lado de Sergio Jimenez. A largada foi tranquila, mas as primeiras voltas tiveram trocas de posições por conta dos pilotos que não haviam parado nos boxes na primeira corrida.

Com um ritmo alucinante, Galid Osman largou em 14.º lugar e foi ganhando terreno até chegar à segunda posição, atrás de Julio Campos e à frente de Jimenez. Os dois, no entanto, precisaram ir aos boxes e abriram caminho para o trio Gomes, Fraga e Barrichello irem até o final da prova sem trocar posições.