20°
Máx
14°
Min

Nico Rosberg vence na China e dispara na liderança da F1; Massa chega em sexto

Nico Rosberg vence na China e dispara na liderança da F1; Massa chega em sexto

Em um movimentado GP da China, no circuito de Xangai, o alemão Nico Rosberg conseguiu neste domingo mais uma vitória na Fórmula 1 - a terceira em três etapas neste ano. E, de quebra, aproveitando uma complicada corrida para o companheiro de Mercedes e rival pelo título, o inglês Lewis Hamilton, que chegou em sétimo lugar, disparou na liderança do Mundial de Pilotos na temporada de 2016.

A segunda colocação ficou com outro alemão, o tetracampeão mundial Sebastian Vettel, da Ferrari, que teve de se recuperar de uma batida logo na primeira curva com o companheiro de equipe, o finlandês Kimi Raikkonen, que terminou em quinto. O terceiro lugar no pódio em Xangai foi do russo Daniil Kvyat, da Red Bull, que teve de ouvir muito as reclamações dos dois pilotos da escuderia italiana que o acusaram de ter causado o choque entre eles.

O australiano Daniel Ricciardo, outro piloto da Red Bull, também fez ótima corrida. Largou em segundo, tomou a ponta na primeira curva beneficiado pela maior aderência de seus pneus em relação a Nico Rosberg, mas teve um pneu furado em seguida por causa dos detritos deixados pelas duas Ferrari, o que causou a entrada do "Safety Car" por algumas voltas para a limpeza da pista e a volta definitiva de Nico Rosberg à liderança, e fez uma prova de recuperação para chegar em quarto lugar.

O brasileiro Felipe Massa foi outro com boa estratégia e ficou muito satisfeito com a sexta posição na China com sua Williams, que aguentou a pressão de Lewis Hamilton nas últimas voltas. Já Felipe Nasr não teve mesmo um bom fim de semana com sua Sauber, cheia de problemas e ainda prejudicado pela batida das duas Ferrari na primeira curva, e terminou a prova na 20.ª colocação.

Na classificação geral do campeonato, Nico Rosberg chegou a 75 pontos e abriu uma enorme vantagem para Lewis Hamilton, que ficou com 39. Atrás dele, colados, estão Daniel Ricciardo, com 36, e Sebastian Vettel, com 33. Kimi Raikkonen é o quinto colocado, com 28 pontos, e Felipe Massa vem logo atrás em sexto, com 22. Felipe Nasr ainda não pontuou nesta temporada.

A Fórmula 1 volta agora daqui duas semanas, em 1.º de maio, para o GP da Rússia, nas ruas da cidade de Sochi, palco dos Jogos Olímpicos de Inverno em 2014.

Confira a classificação do GP da China:

1.º - Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - 1h38min53s891, após 56 voltas

2.º - Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) - a 37s776

3.º - Daniil Kvyat (RUS/Red Bull) - a 45s936

4.º - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) - a 52s688

5.º - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) - a 1min05s872

6.º - Felipe Massa (BRA/Williams) - a 1min15s511

7.º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes) - a 1min18s230

8.º - Max Verstappen (HOL/Toro Rosso) - a 1min19s268

9.º - Carlos Sainz Jr. (ESP/Toro Rosso) - a 1min24s127

10.º - Valtteri Bottas (FIN/Williams) - a 1min26s192

11.º - Sergio Perez (MEX/Force India) - a 1min34s283

12.º - Fernando Alonso (ESP/McLaren) - a 1min37s253

13.º - Jenson Button (ING/McLaren) - a 1min41s990

14.º - Esteban Gutierrez (MEX/Haas) - 1 volta

15.º - Nico Huelkenberg (ALE/Force India) - 1 volta

16.º - Marcus Ericsson (SUE/Sauber) - 1 volta

17.º - Kevin Magnussen (DIN/Renault) - 1 volta

18.º - Pascal Wehrlein (ALE/Manor) - 1 volta

19.º - Romain Grosjean (FRA/Haas) - 1 volta

20.º - Felipe Nasr (BRA/Sauber) - 1 volta

21.º - Rio Haryanto (IND/Manor) - 1 volta

22.º - Jolyon Palmer (ING/Renault) - 1 volta