21°
Máx
17°
Min

Piloto espanhol da Moto2 morre após sofrer acidente em treino na Catalunha

O mundo da motovelocidade está de luto. Nesta sexta-feira, a MotoGP anunciou que o espanhol Luis Salom morreu após sofrer um grave acidente durante a segunda sessão de treinos livres da etapa da Catalunha da Moto2, categoria suporte à MotoGP, nesta sexta-feira, no circuito de Barcelona.

Salom tinha 24 anos. O acidente fatal do piloto espanhol aconteceu na curva 12, perto da reta principal da pista. Imagens mostram a moto de Salom passando reto na curva, até atingir a barreira de proteção, quando faltavam 25 minutos para o fim da sessão, sendo paralisada e posteriormente encerrada.

Dois carros e duas ambulâncias seguiram para o local do acidente para atender Salom, que ficou no chão, imóvel - relatos dizem que a moto teria caído em cima do espanhol. Devido à gravidade do estado do piloto, ele foi levado de ambulância ao Hospital Geral Universitário da Catalunha.

O espanhol, então, passou por cirurgia de emergência, mas não sobreviveu por causa da gravidade dos ferimentos. "Apesar dos esforços realizadas pela equipe médica, infelizmente faleceu às 16h55 (horário local)", anunciou a MotoGP.

Salom compete em Mundiais de Motovelocidade desde 2009, quando fez a sua estreia no campeonato de 125 Cilindradas, hoje Moto3, categoria em que somou nove vitórias, 20 pódios e quatro pole positions, sendo vice-campeão em 2012 e terceiro colocado no campeonato de 2013.

Em 2014, Salom passou a competir na Moto2, subindo ao pódio três vezes, a últimas delas na prova de abertura da temporada 2016, no Catar. Ele ocupa a sexta posição na classificação.