22°
Máx
17°
Min

Pirelli afirma que detritos causaram estouro de pneu de Vettel na Áustria

Pirelli se isentou de responsabilidade pelo furo em um dos pneus (Foto: Studio Colombo/ Pirelli)  - Pirelli afirma que detritos causaram estouro de pneu de Vettel
Pirelli se isentou de responsabilidade pelo furo em um dos pneus (Foto: Studio Colombo/ Pirelli)

A Pirelli se manifestou nesta quarta-feira sobre o incidente envolvendo o alemão Sebastian Vettel no GP da Áustria, disputado no último fim de semana no circuito de Spielberg, e se isentou de responsabilidade pelo furo em um dos pneus do carro do piloto da Ferrari.

De acordo com comunicado divulgado pela fornecedora de pneus da Fórmula 1, os compostos funcionaram normalmente. Isso deixa como principal hipótese que o furo no pneu traseiro direito tenha sido provocado por algum detrito que o carro da Ferrari tenha passado.

"As poucas partes residuais do pneu em questão, e uma comparação profunda com outros pneus utilizados na corrida, não evidenciam nenhum sinal de fadiga no pneu traseiro direito, nem falha estrutural de qualquer tipo. A hipótese é, então, um estouro provocado por um detrito", afirmou a Pirelli em um comunicado oficial.

No último domingo, no momento do estouro, Vettel liderava o GP da Áustria adotando a estratégia de permanecer o máximo de tempo possível na pista com os já desgastados compostos supermacios, o que aumentou a suspeita de que o dano tivesse sido provocado por problemas no pneu, em versão agora negada pela Pirelli.

Após o estouro do pneu na reta principal do Red Bull Ring, Vettel rodou na pista, bateu de leve no guardrail e viu o seu motor "morrer", impedindo qualquer possibilidade de voltar ao GP da Áustria.

Sem pontuar na prova, Vettel se afastou ainda mais luta pelo título da temporada 2016 da Fórmula 1. O alemão ocupa o terceiro lugar no Mundial de Pilotos com 96 pontos, a 57 do compatriota Nico Rosberg, o líder da classificação.