22°
Máx
16°
Min

Roberg domina o dia em Suzuka e lidera dobradinha da Mercedes

(Foto: Divulgação)  - Roberg domina o dia em Suzuka e lidera dobradinha da Mercedes
(Foto: Divulgação)

Líder do campeonato, Nico Rosberg dominou os treinos livres desta sexta-feira do GP do Japão, a 17ª das 21 etapas da temporada 2016 da Fórmula 1. Após ser o mais rápido da primeira atividade, o alemão da Mercedes repetiu o resultado na segunda sessão do dia no Circuito de Suzuka.

Após marcar o tempo de 1min32s431 na primeira sessão, Rosberg melhorou o seu tempo na atividade vespertina (no horário japonês) e fechou a sexta-feira com a melhor marca, de 1min32s250, liderando a dobradinha da Mercedes com o inglês Lewis Hamilton, o seu companheiro de equipe na Mercedes e adversário na luta pelo título do Mundial de Pilotos.

Hamilton, que havia ficado a 0s215 de Rosberg no primeiro treino livre, até se aproximou do alemão, mas não conseguiu superá-lo, tendo marcado o tempo de 1min32s322, a apenas 0s072 do líder do campeonato.

Com cinco corridas restantes para o fim da temporada, Rosberg possui uma vantagem de 23 pontos sobre Hamilton, que sofreu um problema no motor no último fim de semana, quando liderava o GP da Malásia, permitindo que o seu companheiro de equipe ampliasse a folga na ponta do campeonato.

Agora, no circuito de Suzuka, Hamilton vai tentar encerrar um jejum de quatro provas sem vitórias, além de assegurar o seu terceiro triunfo consecutivo no circuito de Suzuka, onde já triunfou em três oportunidades. Já Rosberg nunca venceu a prova japonesa.

Embora tenha sido o mais rápido, Rosberg viveu momentos de incerteza no segundo treino livre, quando a sua Mercedes soltou um pouco de fumaça. Mas o problema ficou restrito a isso e logo o alemão assumiu a dianteira da classificação com os pneus duros. Depois, com os macios, melhorou a sua marca e não foi superado por mais nenhum piloto.

Apesar do domínio da Mercedes, a disputa pelas primeiras posições no segundo treino livre não ficou restrita aos seus pilotos. Em um resultado encorajador para a sequência do fim de semana, o finlandês Kimi Raikkonen registrou o terceiro melhor tempo com a sua Ferrari, com 1min32s573, a apenas 0s3 de Rosberg, sendo o último piloto a fazer uma volta em menos de 1min33.

O holandês Max Verstappen, da Red Bull, foi o quarto colocado, com a marca de 1min33s061. E o alemão Sebastian Vettel, dono de quatro vitórias em Suzuka, ficou na quinta posição com a sua Ferrari ao registrar o tempo de 1min33s103.

A dupla de pilotos da Force India, com o mexicano Sergio Pérez e o alemão Nico Hulkenberg, ficou na sexta e na sétima colocação, respectivamente, com eles separados por três décimos de segundo, consolidando a equipe na condição de quarto carro mais rápido do grid.

O espanhol Fernando Alonso, da McLaren, o finlandês Valtteri Bottas, da Williams, e o espanhol Carlos Sainz Jr., da Toro Rosso, completaram a lista dos dez primeiros colocados do segundo treino livre do GP do Japão.

Após vencer a prova na Malásia no último fim de semana, o australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, fechou a sexta-feira em uma modesta 12ª colocação. Assim, ele ficou logo atrás do brasileiro Felipe Massa, da Williams, o 11º mais rápido com a marca de 1min34s127.

Outro brasileiro do grid da Fórmula 1, Felipe Nasr ficou apenas em 19º lugar, com a marca de 1min34s824, três posições à frente do sueco Marcus Ericsson, o seu companheiro de equipe na Sauber e pior piloto do segundo treino livre da prova em Suzuka.

Os pilotos voltam a acelerar no circuito neste sábado, quando será realizado o treino de classificação a partir das 3 horas (de Brasília), com previsão de chuva. O GP do Japão vai ser disputado no domingo, com largada prevista para as 4 horas.