22°
Máx
16°
Min

Ron Dennis descarta McLaren na briga pelo título, mas prevê progresso

Após a pior temporada de sua história em 2015, não será em 2016 que a McLaren voltará aos dias de glória. Quem diz isso é o próprio CEO da equipe, Ron Dennis. Segundo o dirigente, os ingleses ainda deverão sofrer ao menos por mais um ano, mas podem reservar algumas surpresas para seus torcedores.

"Nós, da McLaren, não vamos lutar pela glória do Campeonato Mundial em 2016, mas esperamos fazer um bom progresso comparado com 2015. Nós temos trabalhado 24 horas por dia em Woking (sede da equipe) durante o inverno, durante fins de semana e dias úteis, dias e noites também", garantiu em entrevista ao site da Fórmula 1.

Em 2015, a McLaren teve seu pior resultado na categoria, ao terminar somente na nona e penúltima colocação entre os construtores. A equipe somou apenas 27 pontos e só conseguiu superar a Marussia, que não pontuou. Para 2016, a ordem é ao menos começar a alterar este panorama.

"O esforço não garante sucesso, claro, mas podem ficar tranquilos que nenhuma equipe da Fórmula 1 tem trabalhado mais nos últimos meses do que a gente. Em algum momento durante a temporada, nós vamos começar a experimentar algumas surpresas", prometeu Ron Dennis.

O dirigente também confia que os dois pilotos da equipe possam fazer diferença e ajudar no desenvolvimento dos carros da McLaren. Jenson Button e Fernando Alonso formam a dupla mais experiente da Fórmula 1 e contam com a confiança de Ron Dennis.

"Com Fernando e Jenson, nós temos a melhor dupla da Fórmula 1 hoje, sem comparação. Com 34 e 36 anos, respectivamente, eles estão no auge da vida deles. Além disso, são dois jovens extremamente em forma. Mas sim, ele são experientes e esta experiência suprema é uma qualidade que será importante e um instrumento para este ano", comentou.